Amazonas Notícias

Aulão de Lula

Por Arthur Virgílio Neto

Lula: Mas não lhe cabe mesmo, presidente! O senhor, desnorteadamente, fez o jogo da Rússia contra a Ucrânia. Se não sabia, saiba agora que a Rússia do perverso Putin, não passa, hoje, de satélite da China. Resultado: o Brasil perdeu investimento de US$ 50 bilhões que a Ucrânia pretendia fazer no nosso país, produzindo aviões. E, no bojo desse erro todo e tolo, deixamos de gerar, só aí, 10 mil empregos diretos!

O senhor enxerga o Brasil maior, politicamente, do que ele é, neste momento, na realidade. Passa a impressão de mania de grandeza.

Em política externa, não há amigos e nem inimigos. Existem interesses que, temporariamente, podem unir, ou afastar, países de todas as cores. Seja pragmático. Haja nos limites das suas possibilidades. Mas basta de devaneios.

O senhor julga que é parceiro, de igual para igual, da China. Esta quer apenas tirar proveito do que puder lucrar no Brasil. Então, em vez de “novela” com o título de “OS ALIADOS”, caia na real e comece a trabalhar para arrancar vantagens da China…para o bem estar dos brasileiros e não do presidente da FIESP e suas empresas.

O senhor, de um dia para outro, recebeu um pito de Biden e da OTAN. E, a partir daí, mudou de “opinião” sobre a guerra entre a Ucrânia e essa péssima pessoa que se chama Wladimir Putin.

Presidente, não fica bem o senhor criticar o Banco Central autônomo nem em Brasília e menos ainda, no exterior. Essa sua insistência em rebaixamento da taxa Selic chega a ser “odorica”. Fazer isso, com o risco de ter de voltar atrás mais adiante, é mera demagogia, é mero jogo de fazer opinião pública sobre tema desconhecido pelo senhor e, absurdamente, pelo seu Ministro da Economia, que admitiu, em rede nacional, que não entendia patavinas dos temas da pasta que ora ocupa.

Finalmente, o senhor declarou que ninguém investiria no Brasil, com a Selic a 13,75%. E que os empresários brasileiros “não sabiam vender para o exterior”. Nossa! Ouso sugerir a sua augusta pessoa, que faça uma reunião com as principais lideranças do agronegócio, com Vale, CSN, Embraer e outros atores do mesmo jaez. Dê uma aula de exportação a essa turma, presidente! Seja didático, fale das “fraquezas” de cada um. Ensine o mapa da mina para esses “neófitos”. Com esse aulão, eles vão crescer e atingir a maioridade. Obrigado por sua iluminada paciência em ouvir uma pessoa de poucas luzes como eu.

Relacioandos