Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Aziz afirma que Queiroga vai retornar à CPI porque ‘mentiu até mais’ do que Wajngarten

Aziz também o aconselhou a falar a verdade das próximas vezes, até porque afirma ter a certeza de que o depoimento terá desdobramentos

Por (FOLHAPRESS)

Na parte final da sessão da CPI da Covid nesta quarta-feira (12), o presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), criticou duramente o ex-secretário de Comunicação Fabio Wajngarten, afirmando que ele não saiu preso, mas pode ter perdido o legado.

Aziz também o aconselhou a falar a verdade das próximas vezes, até porque afirma ter a certeza de que o depoimento terá desdobramentos. E aproveitou para criticar o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que depôs na semana passada.

“A prisão seria o menor castigo que o senhor [Wajngarten] receberia na vida. Vossa Excelência não agradou ninguém aqui hoje. Você vai sofrer. Isso eu lhe digo porque a experiência que eu tenho em vida, a vida machuca a gente, e a prisão não seria nada mais terrível do que você perder a credibilidade, a confiança e o legado que construiu até agora”, afirmou o senador.

“Ninguém vai vir aqui na CPI achando que vai me intimidar, ninguém vai me intimidar. É minha obrigação aqui fazer justiça, mas fazer justiça não com o fígado, e sim conquistando duas doses de vacina para cada um dos brasileiros”, completou o presidente.

Aziz acrescentou que o ministro Queiroga vai voltar a depor na CPI, até porque “mentiu” em seu primeiro depoimento. “O ministro da Saúde vai ter que voltar aqui, porque mentiu muito, mentiu demais, mentiu até mais do que você.”

Foto: Getty Images

Fonte: Notícias ao Minuto Brasil

-publicidade-