Take a fresh look at your lifestyle.

Balanço do Corpo de Bombeiros mostra que residências concentram maioria dos incêndios em Manaus

-publicidade-

Casas e apartamentos concentraram quase metade dos incêndios registrados em Manaus ano passado, conforme dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). Ao longo do ano de 2019, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) foi mobilizado para cessar chamas em 109 ocorrências. Em 46 dos casos, o fogo foi em casas, apartamentos ou condomínios residenciais.

Depois dos incêndios em residências, aparecem os casos registrados em veículos. Foram 22 incêndios nessa modalidade, no ano passado. Na sequência estão os incêndios em prédios, com 20 casos. Entre os diversos tipos de ocorrências, os Bombeiros também foram acionados para cinco incêndios em estabelecimentos comerciais.

Como agir – A primeira ação a ser tomada em um caso de incêndio é acionar o Corpo de Bombeiros, por meio do telefone 193, enquanto tenta controlar as chamas. Mas é preciso observar a evolução do fogo pois, muitas vezes, tentar resolver o problema por conta própria aumenta os riscos para a vítima e toda a vizinhança.

Edificações públicas (escolas, comércios, empresas) e de grande circulação de pessoas possuem vistoria e fiscalização. Ambas são realizadas por equipes da Diretoria de Atividades Técnicas (DAT) do Corpo de Bombeiros, sendo uma por iniciativa do proprietário ou responsável legal e outra de acordo com uma denúncia.

Para casos de emergência nestas edificações, a plena e efetiva atuação de uma brigada de incêndio (previamente estabelecida) é suficiente para o controle da situação. Brigadistas são ocupantes da edificação, treinados pelos Bombeiros para a utilização correta de todos os itens de segurança que um local possui.

Em casos de fiscalização, caso seja constatada alguma irregularidade no projeto da edificação, o proprietário tem 30 dias para regularizar a situação de seu estabelecimento. A Diretoria de Atividades Técnicas do Corpo de Bombeiros fica na rua Professor Ernani Simão, 1.298, bairro Cachoeirinha, zona sul de Manaus. O atendimento é das 8h às 14h.

FOTO: Divulgação/SSP-AM

-publicidade-