Take a fresh look at your lifestyle.

Bancada feminina quer 30% das cadeiras no parlamento

-publicidade-

A bancada feminina no Congresso Nacional deu início a mobilização em prol do projeto que garante 30% das cadeiras dos parlamentos a gêneros diferentes. O assunto foi o prato principal do almoço nesta terça (3) entre as parlamentares e o presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros.

Das 64 parlamentares (51 na Câmara dos Deputados e 13 Senado), 47 compareceram ao almoço na residência oficial de Renan.

A procuradora da mulher no Senado, Vanessa Grazziotin (PCdoB) abriu o encontro dizendo que a bancada fechou consenso em duas propostas que serão apresentadas à reforma política.

São elas: a reserva de 30% das vagas e a destinação de 30% dos recursos do fundo partidário para investir campanhas que possam estimular a maior participação da mulher na política.

“Uma casa legislativa nunca vai ter mais de 70% de um único sexo”, disse a senadora que anunciou o lançamento oficial da campanha “pela reforma inclusiva das mulheres será no dia 26 na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

Renan Calheiros se comprometeu em pautar as reivindicações da bancada na agenda das discussões sobre a reforma política. O mesmo será feito na Câmara onde o assunto já foi tratado com o presidente Eduardo Cunha.

Da bancada do Amazonas, compareceram ainda a senadora Sandra Braga (PMDB) e a deputada federal Conceição Sampaio (PP).

-publicidade-