Take a fresh look at your lifestyle.

BNDES e FINEP anunciam linhas de financiamento para indústria química

-publicidade-

Técnicos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) anunciaram, nesta terça-feira (8), o 1º edital para seleção de projetos de investimento no âmbito do Plano de Apoio ao Desenvolvimento e Inovação da Indústria Química (Padiq), com recursos de R$ 2,2 bilhões para o período 2016/2017, em reunião na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM).

“Esperamos que a indústria química no Amazonas aproveite a oportunidade, para que assim haja mais empregos e arrecadação para o nosso Estado”, disse o 2º vice-presidente da FIEAM, Nelson Azevedo, na abertura do workshop de instrução sobre a preparação dos planos de negócios das empresas e parceiros interessados nas linhas temáticas do Padiq.

As linhas estão segmentadas em Aditivos para alimentação animal, Materiais Compósitos e Fibras de Carbono, Aditivos Químicos para Exploração e Produção de Petróleo, Químicos a partir de fontes renováveis (excluídos biocombustíveis) e Insumos Químicos para Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC).

De acordo com o assessor da presidência do BNDES e do Departamento de Políticas, Articulação e Sustentabilidade, Luiz Antonio Pazos, as linhas temáticas foram objeto de consulta a potenciais interessados para validação e refinamento. Ao todo foram recebidas 45 contribuições, enviadas por empresas, ICTs e por Pessoas Físicas ligadas a Universidades e Centros de Pesquisas.

Uma das dicas expostas por Luiz é ter cautela, pois tomar um investimento não pode ser uma aventura. “Se a empresa tem medo, consulte, tire dúvidas conosco e veja a sua estrutura, para saber se tem condições de iniciar as atividades. Temos a FIEAM como um ponto de informação nossa, sendo um canal disponível para vencer o medo do crédito para o seu trabalho”, frisou.

O workshop serviu para tirar muitas dúvidas ligadas ao setor químico e ao setor plástico, frisou o empresário Claudio Barrela, proprietário da empresa Tutiplast e vice-presidente do Sindicato das Indústrias de Material Plástico de Manaus. “Nesse momento de crise qualquer ajuda é bem vinda e, mesmo não estando diretamente ligado à área plástica, foi de grande ajuda o evento de hoje, para que tomemos conhecimento de como iniciar um plano de negócios e assim conseguir financiamentos para alavancar projetos de nossa área”.

O Plano

O Padiq atuará em projetos de inovação, desenvolvimento de mercados e investimentos industriais em diversas linhas temáticas. As linhas temáticas escolhidas são resultado do diagnóstico realizado pelo Estudo de Diversificação da Indústria Química, financiado pelo BNDES e concluído no final de 2015. O estudo mapeou oportunidades de investimentos em diversos segmentos da indústria química, após extensa coleta e análise de informações e amplo debate com empresas e associações do setor.

As empresas interessadas poderão participar do processo de seleção individualmente ou em parceria com outras companhias ou Instituições Científicas Tecnológicas (ICTs). Os planos de negócio deverão ter valor mínimo de R$ 10 milhões.

Este primeiro edital do Padiq está disponível para consulta e inscrições nos sites www.bndes.gov.br/padiq e www.finep.gov.br/padiq.

-publicidade-