Take a fresh look at your lifestyle.

Boi Caprichoso escala artistas para confecção de rituais e lendas em 2017

-publicidade-

Nomes de alegoristas são anunciados desde a semana passada pelo presidente da associação cultural, Babá Tupinambá, dentro do planejamento do projeto boi de arena “A Poética do Imaginário Caboclo”

De olho na formatação do projeto “A Poética do Imaginário Caboclo” 2017, a Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso já definiu o time de artistas para a confecção de alegorias dos itens: Ritual Indígena e Lenda Amazônica. O presidente do Boi Caprichoso, Babá Tupinambá, anuncia os nomes de Ozéas Bentes, Júnior de Souza e Kennedy Prata para os trabalhos artísticos de rituais. Já na parte de lendas, os três artistas plásticos escalados são Márcio Gonçalves, Jucellino Ribeiro e Ferdinando Carivardo.

Entre as novidades estão os artistas Kennedy Prata, talento lapidado na Escola de Arte Irmão Miguel de Pascalle, que se tornou artista de ponta no Boi Caprichoso no ano de 2014, e a ascensão de Ferdinando Carivardo, conhecido no mundo artístico pelas técnicas de criar movimentos impressionantes nas alegorias. A escolha de todos os artistas passa por avaliação criteriosa, técnica e estratégica do Conselho de Artes do Boi Caprichoso, setor responsável pela criação, desenvolvimento e execução do projeto de arena 2017.

A expectativa agora se volta para a definição dos artistas plásticos de Figura Típica Regional e Exaltação Folclórica. O presidente do Boi Caprichoso deve anunciar os nomes, logo após o retorno de viagem ao exterior, que faz parte do planejamento do projeto “A Poética do Imaginário Caboclo”. A princípio, Babá Tupinambá convidou o artista plástico Rossy Amoêdo para completar o time de artistas de ritual. No entanto, o alegorista comunicou que iria se dedicar a outros projetos a partir do ano de 2017.

-publicidade-