As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Bolsas da China fecham em baixa, mas perdas são limitadas

Investidores querem medidas de estímulo

Os índices acionários da China fecharam em baixa nesta quinta-feira (19), mas as perdas foram limitadas uma vez que investidores esperam mais medidas de estímulo das autoridades para proteger a segunda maior economia do mundo do impacto do coronavírus.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1,3%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,98%.

Ambos os índices chegaram a cair mais de 3% no início do pregão, somando-se às perdas globais porque medidas de bancos centrais na Europa, Estados Unidos e Austrália falharam em acabar com a onda de vendas de pânico.

A relativa força de curto prazo no mercado de ações deve-se principalmente a melhores condições de liquidez, com os participantes do mercado tendo expectativas de suporte por Pequim, disse Song Jin, analista do Nomura Orient International Securities.

. Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 1,04%, a 16.552 pontos.

. Em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 2,61%, a 21.709 pontos.

. Em Xangai, o índice Ssec perdeu 0,98%, a 2.702 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 1,30%, a 3.589 pontos.

. Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 8,39%, a 1.457 pontos.

. Em Taiwan, o índice Taiex registrou baixa de 5,83%, a 86.681 pontos.

. Em Singapura, o índice Straits Times desvalorizou-se 4,73%, a 2.311 pontos.

. Em Sydey, o índice S&P/ASX 200 recuou 3,44%, a 4.782 pontos.

Por Luoyan Liu e Andrew Galbraith – Xangai