Bolsonaro afirma que oportunistas “podem se considerar fora” de possível governo

© AFP 2018/ Nelson Almeida

Jair BolsonaroNesta sexta-feira (26), o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, afirmou que só há três nomes confirmados para sua eventual equipe de governo: o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) para Casa Civil, o general da reserva Augusto Heleno, para o Ministério da Defesa e o economista Paulo Guedes, para comandar a área econômica.

No Twitter, o presidenciável disse que as eleições só serão definidas no domingo (28) e adiantou: “com intuito de se promover ou nos desgastar, oportunistas se anunciam ministros. Estes, de antemão, já podem se considerar fora de qualquer possível governo.”

Além disso, Bolsonaro ressaltou nesta sexta-feira (26) que representa “uma ameaça sim, aos corruptos, à bandidagem, aos estupradores, aos esquemas que assaltam o BNDES, aos assassinos e aos que querem destruir o Brasil! Por isso estão desesperados!”

Segundo ele, essas pessoas “não terão sossego” no governo dele.

Reportagem, Cintia Moreira