Bolsonaro aposenta Marco Aurélio Mello

O presidente Jair Bolsonaro assinou a aposentadoria de Marco Aurélio Mello, que deixará o Supremo Tribunal Federal (STF). A aposentadoria do ministro na corte foi publicada na edição desta sexta-feira (9) do “Diário Oficial da União” (DOU).

O presidente da República já antecipou que irá indicar o advogado-geral da União (AGU), André Mendonça, cujo nome terá que ser aprovado pelo Senado.

Em junho deste ano, Marco Aurélio completou 31 anos de Supremo. Ele chegou ao STF em 13 de junho de 1990, indicado pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello, seu primo. Foi o primeiro integrante da Justiça do Trabalho a atuar na Corte.