Bolsonaro critica Fundo Eleitoral de R$ 5,7 bilhões aprovado pelo Congresso e indica veto

Na manhã deste domingo (18), ao deixar o hospital Vila Nova Star, na zona Sul de São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro criticou o aumento do Fundo Eleitoral para R$ 5,7 bilhões aprovado pelo Congresso na última quinta-feira (15).

“Sigo a minha consciência e sigo a economia e a gente vai buscar dar um bom final para isso daí. Afinal de contas, eu já antecipo, R$ 6 bilhões para fundo eleitoral, pelo amor de Deus. R$ 6 bilhões na mão do Tarcísio (Infraestrutura), ele recapearia grande parte da malha rodoviária do Brasil, R$ 6 bilhões na mão do Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), ele concluiria a água para o Nordeste”, disse Bolsonaro.

O valor do fundão pode ficar em torno de 6 bilhões de reais e os partidos PT e PSL serão os maiores beneficiados, já que elegeram as maiores bancadas nas últimas eleições. Com informações de Gazeta Brasil