Bolsonaro dá “carta branca” para PSL-AM apoiar Amazonino ou Wilson Lima

O Partido Social Liberal do Amazonas (PSL-AM) decide nesta terça-feira (16) qual candidato ao governo do Amazonas apoiará no segundo turno da eleição estadual.

O PSL é o mesmo partido do candidato a presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que lidera as pesquisas de intenção de voto.

O favoritismo de Bolsonaro tem sido alvo de disputa entre os candidatos Amazonino Mendes (PDT) e Wilson Lima (PSC), que desejam usar o nome e a imagem de Bolsonaro nos materiais de campanha.

No último fim de semana, o presidente do PSL-AM, Ubirajara Rossis, e os deputados recém eleitos Pablo Oliva (federal), e Péricles Nascimento (estadual) estiveram no Rio de Janeiro para reunião com Jair Bolsonaro.

O presidenciável ficou satisfeito com a eleição dos dois deputados pelo Amazonas e aprovou as decisões tomadas pelo diretório local do PSL durante o primeiro turno das eleições.

Bolsonaro deu “carta branca” para o PSL-AM decidir qual candidato a governo do Estado apoiará no segundo turno.

Ubirajara Rossis explica que já foi procurado pelos coordenadores da campanha de Amazonino Mendes, porém ainda não formalizaram acordo.

Sobre o apoio a Wilson Lima, o presidente do PSL-AM disse que ainda não foi procurado pelo candidato do PSC.

O PSL-AM espera formalizar seu apoio nas próximas horas, após reunião com filiados e membros do partido no Amazonas.

A partir de amanhã (quarta-feira – 17), o partido inicia trabalho no interior do Estado, com o fortalecimento de bases eleitorais em 60 municípios, que começarão a receber materiais de campanha de Jair Bolsonaro.

O fortalecimento de bases no interior do Amazonas foi um pedido da coordenação de campanha de Bolsonaro, que pretende reverter os votos obtidos por Fernando Haddad no primeiro turno.