O Partido Social Liberal do Amazonas (PSL-AM) decide nesta terça-feira (16) qual candidato ao governo do Amazonas apoiará no segundo turno da eleição estadual.

O PSL é o mesmo partido do candidato a presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que lidera as pesquisas de intenção de voto.

O favoritismo de Bolsonaro tem sido alvo de disputa entre os candidatos Amazonino Mendes (PDT) e Wilson Lima (PSC), que desejam usar o nome e a imagem de Bolsonaro nos materiais de campanha.

No último fim de semana, o presidente do PSL-AM, Ubirajara Rossis, e os deputados recém eleitos Pablo Oliva (federal), e Péricles Nascimento (estadual) estiveram no Rio de Janeiro para reunião com Jair Bolsonaro.

O presidenciável ficou satisfeito com a eleição dos dois deputados pelo Amazonas e aprovou as decisões tomadas pelo diretório local do PSL durante o primeiro turno das eleições.

Bolsonaro deu “carta branca” para o PSL-AM decidir qual candidato a governo do Estado apoiará no segundo turno.

Ubirajara Rossis explica que já foi procurado pelos coordenadores da campanha de Amazonino Mendes, porém ainda não formalizaram acordo.

Sobre o apoio a Wilson Lima, o presidente do PSL-AM disse que ainda não foi procurado pelo candidato do PSC.

O PSL-AM espera formalizar seu apoio nas próximas horas, após reunião com filiados e membros do partido no Amazonas.

A partir de amanhã (quarta-feira – 17), o partido inicia trabalho no interior do Estado, com o fortalecimento de bases eleitorais em 60 municípios, que começarão a receber materiais de campanha de Jair Bolsonaro.

O fortalecimento de bases no interior do Amazonas foi um pedido da coordenação de campanha de Bolsonaro, que pretende reverter os votos obtidos por Fernando Haddad no primeiro turno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here