Bolsonaro dispara: ‘corrupção no governo sai da cabeça de Omar Aziz que desviou R$ 260 milhões e de Renan Calheiros com 17 inquéritos no STF’

Na manhã desta quinta-feira (08), o presidente Jair Bolsonaro criticou, duramente, o presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, e o relator da comissão, Renan Calheiros, por acusarem o governo federal de corrupção.

Bolsonaro afirmou que o escândalo de corrupção atriubído ao governo não faz sentido e que há uma série de instâncias de fiscalização que impediriam que os crimes fossem cometidos.

“Só na cabeça de um cara que desvia do seu estado R$ 260 milhões, como o Omar Aziz desviou, é que pode falar isso aí”, afirmou o presidente.

“Só um cara que tem 17 inquéritos por corrupção e lavagem de dinheiro no Supremo, como Renan Calheiros, faz”, disse. Por Gazeta Brasil.