Bolsonaro diz que vai buscar unir e pacificar o país

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, disse nesta segunda-feira (8), em uma entrevista exclusiva concedida à Rádio Jovem Pan, que vai procurar a união para o segundo turno com os adversários derrotados e eventuais aliados.

Ele, que conseguiu mais de 49 milhões votos em todo o país, disse que pretende unir e pacificar o Brasil. Ao ser questionado sobre as propostas econômicas, o candidato disse que está conversando com a equipe dele, que é liderada por Paulo Guedes, e que nesta terça-feira (9) terá uma reunião.

De acordo com Bolsonaro, o intuito é extinguir estatais e manter o programa Bolsa Família. Além disso, ele afirmou que pretende participar de debates com o candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad.

Nos próximos dias o candidato vai passar por uma avaliação médica para definir como vai ser a atuação dele no segundo turno da campanha. Isso porque Bolsonaro continua recebendo cuidados médicos após a facada do dia 6 de setembro, e deve permanecer em casa até ser liberado pelos profissionais.

Reportagem, Cintia Moreira