Bolsonaro ironiza Cid Gomes: “PT arrumou cabo eleitoral que qualquer oposição queria ter”

Foto: Reprodução – Twitter – Jair Bolsonaro

No Twitter, Jair Bolsonaro afirmou que o “PT arrumou um cabo eleitoral que qualquer oposição queria ter”, em alusão ao episódio em que Cid Gomes critica o Partido dos Trabalhadores. No fim da postagem, em tom irônico, Bolsonaro manda um forte abraço à Cid Gomes e “lembranças a quem for da família”.

No vídeo compartilhado pelo militar em suas redes sociais, o senador eleito pelo Ceará e irmão de Ciro fala que o PT deveria fazer um “mea culpa”, ou seja, confessar os erros, e que, se não fizer isso, será “bem feito perder a eleição para Jair Bolsonaro”.

Mais cedo, o candidato do PSL se reuniu com o cardeal e arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta. No encontro, na manhã desta quarta (17), o presidenciável disse que assumiu o compromisso que “está no coração de todo brasileiro de bem”.

“Assinamos um compromisso em defesa da família, em defesa da inocência da criança em sala de aula, em defesa da liberdade das religiões, contrário ao aborto, contrário à legalização das drogas. Ou seja, um compromisso que está no coração de todo brasileiro de bem”.

Jair Bolsonaro visitou também a Superintendência da Polícia Federal (PF) no Rio de Janeiro para agradecer a proteção policial durante a campanha eleitoral. Após o encontro, em entrevista à imprensa, afirmou que sua participação em debates depende de avaliação médica e de estratégia política.

Reportagem, Cintia Moreira

#Eleições2018