Bolsonaro sobre Fundão de quase R$ 6 bilhões: “eu tenho a liberdade de vetar e vamos vetar”

Durante entrevista à rádio Itatiaia, o presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar na manhã desta terça-feira (20) que vai vetar o fundo eleitoral de quase R$ 6 bilhões para as eleições de 2022.

Bolsonaro disse que a lei que criou o mecanismo de financiamento de campanhas prevê uma correção pela inflação.

“Diz na lei [de criação do fundo] que a cada eleição o valor tem que ser corrigido levando-se em conta a inflação. E eu tenho que cumprir a lei”, defendeu o presidente.

“Neste caso [do fundão de R$ 5,7 bilhões], como houve uma extrapolação, extrapolou o valor —foi muito acima do que ocorreu por ocasião das eleições de 2018, extrapolou— então eu tenho a liberdade de vetar e vamos vetar”.

De acordo com a lei do fundo eleitoral, o reajuste deve ocorrer de acordo a inflação e pela “somatória da compensação fiscal que as emissoras comerciais de rádio e televisão receberam pela divulgação da propaganda partidária efetuada no ano da publicação” da lei, em 2017. Com informações da Gazeta Brasil.