© Alan Santos/PR

Em entrevista coletiva nesta terça-feira (13), em Brasília, o presidente eleito Jair Bolsonaro voltou atrás em sua decisão e afirmou que a pasta do Trabalho não perderá o status de ministério. Na semana passada, Bolsonaro havia declarado que o Trabalho se tornaria uma secretaria.

Questionado por jornalistas se o ministério vai incorporar alguma outra pasta, Bolsonaro afirmou que o Trabalho seguirá o modelo do Ministério da Indústria e Comércio, por exemplo.

Na semana passada, após a declaração de que o Ministério do Trabalho se tornaria uma secretaria, servidores da pasta protestaram em Brasília e deram um abraço simbólico no prédio que abriga o órgão.

O presidente eleito, no entanto, segue com a ideia de reduzir o número de ministérios. A intenção é diminuir de 29 para 17 ou 18 pastas.

Reportagem, Thiago Marcolini

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here