O Brasil conseguiu reduzir em 16% o número de mortes por causa da Aids. Esse dado é resultado de uma pesquisa divulgada nessa terça-feira (27), em Brasília. Essa redução está ligada à garantia do tratamento para todos, assegurada em 2013; à melhoria do diagnóstico; além da ampliação do acesso para testagem e redução do tempo entre o diagnóstico e o início do tratamento. Para o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, esse resultado é uma marca dos avanços que o Brasil tem alcançado ao longo dos anos no cuidado à população.

“É o momento de uma grande reflexão após esses 30 anos de luta contra a doença, pelos avanços que temos conseguido. O Brasil tem sido uma referência mundial na questão do HIV e da Aids, naquilo que nós temos proporcionados à nossa sociedade, naquilo que nós conseguimos reduzir da questão da mortalidade. E além da comemoração, é um momento também de uma reflexão sobre o que podemos ainda fazer, aquilo que podemos alertar, as prevenções que devemos recomendar sempre”.

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza teste rápidos para a detecção do vírus nas unidades de saúde do país. O autoteste de HIV já é vendido nas farmácias privadas do país, mas os resultados não podem ser utilizados para o diagnóstico definitivo. Além disso, o usuário pode tirar dúvidas pelo Disque Saúde 136 e no site www.aids.gov.br/autoteste.

Reportagem, Janary Damacena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here