Amazonas Notícias

Brasileiro autista de 13 anos tem estudo sobre caracóis em revista científica

Os caracóis são moluscos gastrópodes bastante comuns em todos os ambientes, o que faz com que muitos tenham contato frequente com esses animais, no entanto, poucos têm a sensibilidade de observá-los com um olhar mais aprofundado, como fez Brandon de Oliveira, jovem brasileiro, autista nível 1, de 13 anos que vive em Portugal.

Brandon notou que, no município de Castelo de Paiva onde reside, a grande presença dos animais e decidiu dedicar-se a entender melhor sobre os caracóis, seu habitat, reprodução e uso para alimentação humana e cosméticos.

O artigo “Caracóis e o que fazem”, publicado pela revista científica CPAH – Centro de Pesquisas e Análises Heráclito – aprofunda-se desde a anatomia dos caracóis, sua reprodução hermafrodita e simetria corporal, ao uso da sua baba, cantareus aspersus, como princípio ativo para a produção de cosméticos por suas propriedades estimulantes do colágeno e elastina.

De acordo com Brandon, o estudo é fruto de seu empenho e curiosidade, e é a prova de que mesmo as coisas consideradas mais simples e comuns no dia a dia, podem ser a ponta do iceberg de um mundo de informações.

Sempre via os caracóis no meu trajeto para a escola e isso despertou minha curiosidade para entender melhor sobre eles e como eu poderia agir para protegê-los, esse foi o ponto inicial do desenvolvimento do estudo” Explica.

Quando nós vemos um caracol na nossa rua, em uma praça, um jardim, no trajeto da sua escola, e isso ocorre rotineiramente, passa a ser parte da nossa rotina e nós acabamos agindo no automático, isso, de certa forma, impede nossa curiosidade de se desenvolver, o que nos impede de desenvolvermos conhecimento sobre muitos temas importantes e interessantes, esse estudo é muito importante, não só por conhecimento próprio, mas para mostrar que o conhecimento pode vir das coisas mais comuns e está acessível a todos”.

Relacioandos