“Cabeça de Anão” é preso por envolvimento em roubo de motorista de aplicativo de transporte

A equipe de investigação do 21º Distrito Integrado de Polícia (DIP) cumpriu, no início da tarde desta quarta-feira (7/11), por volta de meio-dia, mandado de prisão preventiva por roubo qualificado em nome de Joelson Neves Arcos, 21, conhecido como “Cabeça de Anão”, envolvido em roubo a uma mulher de 40 anos, motorista de aplicativo de transporte privado urbano. As informações são do delegado Ricardo Leite, titular da unidade policial.

O crime aconteceu na madrugada do dia 24 de junho deste ano, por volta de 1h, no bairro Ponta Negra, zona oeste da capital. De acordo com Ricardo Leite, no dia do roubo, a vítima aceitou uma solicitação de corrida na rua Boa Vista, bairro Vila da Prata, zona oeste da cidade. Na ocasião, Joelson e Lucas André Alves de Lima, 23, chamado de “Dunga”, que já foi preso pela equipe do 21° DIP, adentraram no carro da vítima e tinham como destino final uma casa de show situada na avenida do Turismo, bairro Ponta Negra, zona oeste da capital.

“Chegando perto do local pretendido, a dupla pediu à vítima para passar em uma loja de conveniência em um posto de combustível naquela região, alegando que iria comprar bebidas. Lucas, que estava no banco de trás do veículo, desceu do automóvel, mas não comprou nada. Então, eles pediram para condutora do veículo seguir até a casa de show, como era previsto. Ao chegarem no lugar, os infratores anunciaram o roubo e Joelson apontou uma arma de fogo em direção à vítima, enquanto Lucas colocou uma faca no pescoço dela. Eles subtraíram o celular dela e R$ 150 em espécie”, explicou o titular do 21° DIP.

Ameaça – De acordo com a autoridade policial, após o delito, os infratores conseguiram finalizar a corrida no aplicativo, a fim de não serem rastreados. Em seguida, exigiram que a vítima os deixasse em uma parada de ônibus, no bairro Santo Antônio, zona oeste da capital. Conforme Leite, durante o trajeto, “Dunga” permaneceu com a faca posicionada no pescoço da mulher e ameaçou arrancar a cabeça dela caso ela tentasse se defender.

“Quando chegaram no local, correram em direção ao bairro Vila da Prata, tomando rumo desconhecido. Ao longo das diligências descobrimos que a dupla era contumaz nessa prática de roubo à mão armada, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas. Chegamos até a identificação dos infratores a partir do acervo fotográfico formado por pessoas envolvidas nesse tipo de crime. Em seguida, representei à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome deles”, esclareceu o delegado.

A ordem judicial por roubo qualificado, em nome de Joelson, foi expedida no dia 11 de julho deste ano, pelo juiz Henrique Veiga Lima, da 8ª Vara Criminal da Comarca de Manaus. Ricardo Leite informou que o jovem estava escondido na casa da mãe, na Comunidade São João, situada na rodovia federal BR-174, onde “Cabeça de Anão” foi localizado e preso pela equipe da unidade policial.

Indiciamento – Joelson foi indiciado por roubo qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis no 21º DIP, ele será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT) do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no quilômetro oito da rodovia federal BR-174.

FOTOS: DIVULGAÇÃO/ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA PC-AM