Cabo da Polícia Militar é acusado de matar jovem por ciúmes e amor não correspondido, diz pai da vítima

O cabo da Polícia Militar, Daniel Lendell Oliveira matou com um tiro no pescoço o jovem Lucas Santos Brandão. O crime ocorreu após uma “noitada” na madrugada de sábado (03), Manaus. Ciúmes e um amor não correspondido teriam sido os fatores que causaram a morte da vítima. As revelações são do pai de Lucas Luciano Brandão.

De acordo com a polícia, por volta das 3h, o PM atirou contra Lucas durante uma discussão dentro de um carro modelo Fiat Uno. O acusado conduzia o veículo e após ficar nervoso com a ação, colidiu em outro carro que estava estacionado em uma calçada na avenida André Araújo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul da capital.

Além de Lucas e Daniel, uma mulher identificada Lidiane Araújo Velozo, de 20 anos, estava no Fiat Uno e presenciou o crime. Equipes da 16ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram chamadas, mas o jovem já estava morto no veículo.

A Polícia Militar, por meio de nota, informa que Daniel Lendell foi afastado imediatamente de suas funções. Ele responderá um procedimento administrativo instaurado pela Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD) da corporação, e a partir de agora ficará à disposição da justiça.

Um Inquérito será instaurado pela Polícia Civil (PC), após o término a Polícia Militar tomará providências conforme a conclusão das investigações.