Manaus - 30.04.2019 Construção de ponte em áreas vulneráveis Foto.Altemar Alcantara.Semcom

As famílias afetadas pela enchente do rio Negro, em Manaus, serão atendidas com o benefício do auxílio-aluguel, pela Prefeitura de Manaus, a partir da próxima terça-feira, 18/6. O processo de entrega das guias de liberação de pagamento da primeira parcela, no valor de R$ 300, é coordenado pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), em parceria com a Defesa Civil do município e beneficiará 1.892 famílias.

O atendimento foi dividido por bairro e ocorrerá nos dias 18 e 19, das 8h às 16h. O responsável pelo cadastro deverá se dirigir ao posto de atendimento na sede da Semasc, localizada na avenida Ayrão, esquina com a rua Ferreira Pena, Centro. Para retirada da guia de liberação, o cadastrado deve estar de posse de documento oficial com foto (RG, CNH, Passaporte, CTPS) e CPF.

A guia de liberação do pagamento será entregue somente para o responsável que foi cadastrado pelos técnicos durante as visitas da operação “SOS Enchente 2019”, realizadas desde janeiro nos 15 bairros passíveis de alagação da cheia deste ano.

“A preocupação do prefeito Arthur Virgílio Neto, diante desse fenômeno da natureza, que ocorre todos os anos, é de possibilitar o auxílio-aluguel para essas famílias que foram cadastradas pela Prefeitura de Manaus, no início de abril, prevendo que o rio atingisse a cota emergencial acima de 29 metros. Queremos que essa população saia da área de alagação, até que as águas baixem”, frisou a titular da Semasc, Conceição Sampaio.

Após receber a guia de liberação de pagamento, o responsável será informado pela equipe de atendimento sobre a data que o benefício estará liberado na agência do Banco do Brasil, especificada para retirada do auxílio-aluguel. O valor só poderá ser sacado na agência bancária, mediante a apresentação de documento oficial com foto, além da guia de liberação de pagamento. O responsável pelo benefício tem até 20 dias para retirar o pagamento no banco indicado.

O valor total do benefício auxílio-aluguel é de R$ 600, parcelado em duas vezes. A ordem de pagamento da primeira parcela, valerá para receber a segunda parte do benefício no valor de R$ 300, liberado 30 dias após o pagamento da primeira parcela.

Os cadastrados dos bairros Aparecida, Betânia, comunidade do Céu (Centro), Colônia Antônio Aleixo, Compensa, São Geraldo, Tarumã, Santo Antônio e São Jorge, serão atendidos no dia 18/6. Já os cadastrados dos bairros Puraquequara, Presidente Vargas, Mauazinho, Raiz e Educandos serão atendidos no dia 19/6.

Outras medidas

Com a cota do rio Negro ultrapassando a previsão do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), que era de 29,33 metros, a prefeitura intensificou a construção de pontes provisórias nas áreas atingidas pela cheia, como nos bairros São Jorge e Centro, para reforçar as passagens que dão acesso aos moradores e comerciantes. Em paralelo, o órgão também conclui a formalização do pedido de ajuda humanitária ao governo federal.

Texto – Alexsandro Machado / Semasc