A coleta de assinaturas de apoio ao projeto de Reforma Política no Brasil está ganhando as ruas de Manaus. Voluntários já percorreram os bairros de Aparecida e Parque 10 de Novembro e vão continuar com a programação nos próximos meses, buscando apoiadores para o Projeto de Lei 6.316/2013, que a altera o Código Eleitoral.

Os voluntários que atuam na coleta das assinaturas estiveram na igreja Nossa Senhora de Aparecida e em estabelecimentos comerciais, como restaurantes, cafés e salões de beleza, explicando o projeto e buscando novas adesões. Segundo o presidente da Comissão de Reforma Política da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Amazonas (OAB/AM), Carlos Santiago, a meta é coletar 60 mil assinaturas no Amazonas, até o mês de março.

O presidente da Comissão explica que não é mais necessário que as pessoas forneçam o número do título do eleitor, para assinar o formulário de apoio. “Essa decisão foi tomada, porque as pessoas não têm o costume de carregar o titulo eleitoral na carteira, então agora, para assinar, é preciso apenas fornecer o nome completo, a data de nascimento e o nome da mãe”, acrescentou.

O formulário de adesão à campanha pode ser obtido no site www.reformademocratica.org.br. Deve ser preenchido e entregue na sede do Sindicato dos Jornalistas do Amazonas, na Praça Santos Dumont, número 15, Centro.

O Projeto de Lei 6.316/2013 estabelece novas regras para financiamento de campanha, prevê a eleição proporcional e representação política de gênero e raça, além da popularização do plebiscito e do referendo, nas decisões dos governos. O projeto é de autoria da Coalizão de Entidades, formada pela OAB, pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), pelo Fórum de Combate à Corrupção no Amazonas, pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Movimento dos Sem Tetos, Sindicatos dos professores, Central dos Trabalhadores Brasileiros (CTB), Central Única dos Trabalhadores (CUT), entre outras entidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here