As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Câncer de próstata deve atingir 61.200 brasileiros em 2016, segundo o Inca

Segundo levantamento do Instituto Nacional do Câncer (Inca), 61.200 casos novos de câncer de próstata devem ser registrados no Brasil até o fim de 2016. Conforme estimativa da entidade, 28,6% de todos os registros de casos novos de câncer em homens no País vão ser de próstata. Na população masculina, essa forma da doença só fica atrás do câncer de pele (não melanoma), que tem 80.850 casos estimados para o mesmo período em todo o país.
Em São Paulo, o estudo do Inca aponta um número de 12.730 possíveis novos casos, sendo 3.600 na capital. Vale ressaltar que, em 2013, ocorreram quase 14 mil mortes por câncer de próstata. No Brasil, existem mais de 12 milhões de homens com mais de 50 anos. Desses, ao longo dos anos, 2 milhões serão atingidos pelo câncer de próstata. De cada 18 homens atingidos, três morrerão do câncer.

De acordo com o médico da equipe de urologia da rede de centros médicos dr.consulta Daniel Cocito Simões, a maioria sobrevive devido ao diagnóstico precoce por meio de exames preventivos.

“O câncer de próstata não produz sintomas nos estágios iniciais, período em que a doença é altamente curável. Por isso, os exames preventivos são fundamentais. Homens com mais de 45 anos devem começar a fazer o exame de toque retal, que é feito em consultório com médico urologista; e o PSA, exame de sangue, que complementa o diagnóstico da doença, a cada ano. Já os que têm casos de câncer de próstata na família devem fazer os dois exames a partir dos 40.”, esclarece.

Exames preventivos podem aumentar chances de cura

A gravidade do câncer de próstata é avaliada com base no toque retal, valor do PSA e o grau do tumor descoberto na biópsia. Em média, os casos se dividem da seguinte forma: 15% dos casos são do tipo indolente, ou seja, precisa de vigilância com exames periódicos mas não há necessidade de tratamento; 60% são agressivos, mas curáveis, opta-se por cirurgia ou sessões de radioterapia; os outros 25% apresentam lesões avançadas de cura mais difícil. Nesses casos, normalmente, é feito uso de hormonioterapia ou quimioterapia.

Check-up para homens

Vale ressaltar que a rede dr.consulta tem mais de 20 unidades na Grande São Paulo, ABCD, Capão Redondo e inaugura nova unidade em Guarulhos dia 16. Os centros médicos disponibilizam os exames preventivos do câncer de próstata e também outros recursos para check-up masculino anual, como consultas diagnósticos cardiológicos, análises clínicas (exames de sangue e biópsias), além de ultrassonografias. Mais informações sobre os serviços médicos para homens com mais de 40 anos estão disponíveis no site www.drconsulta.com n o link https://www.drconsulta.com/servicos/checkups/check-up_homem.

Saiba mais sobre câncer de próstata

· Duas condições aumentam o risco de contrair o câncer de próstata.
1) Homens da raça negra têm o dobro da incidência de câncer de próstata
2) Ter casos na família: 1 parente = 1.5 vezes o risco; 2 parentes = 3 vezes; 3 parentes= 5 vezes

· O diagnóstico precoce permite maior chance de cura.
· Alguns tipos de nódulo podem ser acompanhados por exame, sem necessidade de cirurgia.
· Paciente com nódulo necessita realizar biópsia de próstata para concluir o diagnóstico de câncer de próstata.
· O uso do cigarro pode contribuir para o surgimento de câncer de próstata.
· Pacientes com mais idade têm mais chance de ter câncer de próstata.

50 anos: 10 %
70 anos: 30 %
100 anos: 100%

· A cirurgia pode causar disfunção erétil.

Disfunção erétil (impotência sexual), que varia com a idade do paciente operado:
70 anos: 70%
65 anos: 35%
50 anos: 10%

A cirurgia pode causar incontinência urinária. A média é de 3 a 15% dos pacientes operados.

Obesidade e vasectomia não aumentam a incidência de câncer de próstata.