Caprichoso celebra missa e ergue pavilhão no Curral Zeca Xibelão

Uma missa foi celebrada na manhã desta quinta-feira (24) dia de São João Batista, como parte da programação da reinauguração do novo curral do Boi Caprichoso.

Em um dia que simboliza a esperança por dias melhores, o Boi Caprichoso realizou na manhã deste 24/6, dia de São João Batista, uma missa de bençãos para a inauguração do Curral Zeca Xibelão.

A celebração, coordenada pelo diretor e membro do Conselho de Arte Jair Almeida e presidida por padre Ozéas Cativo, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Assunção de Nhamundá, contou com a participação de itens individuais, membros da diretoria, Conselho de Arte e demais setores do bumbá.

Símbolo de força e esperança, o momento contou com uma imagem especial de Nossa Senhora do Carmo, padroeira de Parintins, que sobreviveu a um incêndio e teve seus pés queimados.

A porta-estandarte Marcela Marialva descreveu a emoção de renovar sua fé e assegurar sua preparação para a live do dia 26/6. “Eu tô muito feliz e ansiosa. Espero atender a expectativa da nação azul e branca. Estamos ensaiando dia e noite, aperfeiçoando passos, quase sem dormir, mas estou muito grata e não vejo a hora de pisar na arena”, afirma.

Hasteamento do Pavilhão Azul e Branco

Logo após a missa, o Caprichoso hasteou seu pavilhão. O momento tradicional é uma espécie de convite para que a nação azul e branca vista a camisa e entre na competição junto ao Caprichoso no mês de junho.

Para o presidente Jender Lobato, a inauguração e o hasteamento da bandeira azul e branca traz um sentimento de infância e alegria. “Esse momento resgata nossas origens e desde que assumimos a gestão, fazemos questão de realizá-lo. E dessa vez foi diferente, pois nós criamos a Praça da Estrela Caprichoso para dar um charme a mais para o nosso pavilhão”, ressalta.

A festa de reinauguração está marcada para as 17h e 30min, com um número limitado de pessoas, em virtude dos protocolos sanitários. Os torcedores podem acompanhar este momento pelas mídias oficiais do bumbá.

Foto: Arleison Cruz e Pedro Coelho.
Drone: Yuri Pinheiro