Amazonas Notícias

Carnaval: 200 pacientes celebram alta de tratamento no Programa +RespirAR

Reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), projeto é referência internacional

Com samba no pé, alegria e muita folia, o Programa +RespirAR concedeu alta a 200 pacientes que finalizaram o ciclo de tratamento e voltaram à rotina, nesta sexta-feira (10/02), no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, zona norte de Manaus. Coordenado pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), o programa já realizou mais de 187 mil atendimentos.

“Cada alta é uma nova história. E esse é o propósito do governo Wilson Lima, investir para que as pessoas que passaram pelo tratamento tenham uma qualidade de vida melhor, possam praticar esportes, participem das atividades recreativas e consigam vivenciar novas experiências”, ressaltou Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.

O “Bloco de Altas” do +RespirAr contou com tradicionais marchinhas carnavalescas, que animaram os pacientes reabilitados, além de atividades físicas que geraram momentos de integração entre professores e alunos em meio à folia. O evento faz parte da programação especial em alusão ao mês do Carnaval e se estende para os demais núcleos que realizam as atividades do programa.

Em clima de alegria em meio a confete e serpentinas, Domingas Azevedo, de 57 anos, que enfrentou as consequências de ter contraído o vírus da Covid-19, agradece ao +RespirAr por ter lhe proporcionado a oportunidade de uma vida nova. “Fui bem atendida aqui desde o início do meu tratamento. E, hoje estou recebendo meu certificado muito feliz, só eu sei o que eu passei e meu sentimento é de gratidão por todos os profissionais do + RespirAR”, comentou.

Grace Barroso foi uma das primeiras pacientes do +RespirAR e conta com orgulho sobre sua reabilitação. “Minha situação foi bem grave, entrei no programa em março de 2021 com 75% do pulmão comprometido e saí 100% recuperada. Graças ao +RespirAr estou aqui viva e recuperada. Meu sentimento é gratidão”, destacou Grace.

Com reconhecimento internacional da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Programa +RespirAR une fisioterapia e atividade física como ferramenta para a melhoria da saúde pública, proporcionando atendimentos para pacientes que se recuperam das sequelas da Covid-19 e neurológicas.

FOTO: Mauro Neto e Solange Rocha/Faar

Relacioandos