Amazonas Notícias

Carnaval na Floresta: foliões recebem orientações sobre direitos e deveres durante bandas da Bica e Difusora

Ação contou com cerca de 20 servidores das secretarias executivas da Criança e Adolescente, da Mulher e dos Direitos Humanos

Com o início das grandes bandas e blocos de rua no Carnaval de Manaus, a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) tem atuado para prevenir violações de direitos humanos nesses espaços. No sábado (11/02), os técnicos da Sejusc estiveram nas bandas da Bica e Difusora, duas das mais tradicionais de Manaus.

A ação contou com cerca de 20 servidores das secretarias executivas da Criança e Adolescente (Sedca), Mulher (SEPM); e dos Direitos Humanos (SEDH).

A secretária Executiva da Sejusc, Rosy Seixas, destacou que a presença das equipes em grandes eventos é importante para contribuir com a ordem e defesa dos direitos dos foliões. “A Sejusc atua em eventos carnavalescos para orientar e prevenir violações dos direitos das mulheres, idosos, PcDs. Aqui, por exemplo, orientamos diversos pais que estavam com crianças menores de 5 anos, o que o Juizado proíbe”, ressaltou.

Segundo a psicóloga da Sejusc, que participou da ação, Priscila Goular, entre as orientações realizadas aos responsáveis pelos blocos está a restrição de idade de crianças e adolescentes e os canais de denúncias em casos de violência contra as mulheres.

“Estamos atuando com informativos para que os responsáveis pelos eventos nos auxiliem neste trabalho, montando uma força-tarefa contra comportamentos que incluam homofobia, transfobia, assédio, violência contra a mulher”, lembrou Priscila.

Nas bandas da Bica e Difusora, os casos mais encontrados foram da presença de crianças menores de 12 anos, que não podem participar desse tipo de evento, conforme a Portaria 001/2023, do Juizado da Infância e da Juventude Infracional.

As ações de fiscalização e orientação da Sejusc seguem até o dia 28 de fevereiro, em blocos, bandas de rua e grandes eventos promovidos pelo Governo do Amazonas, na programação do “Carnaval da Floresta”.

FOTO: Drance Jesus /Sejusc

Relacioandos