Take a fresh look at your lifestyle.

CAS avalia investimentos de R$ 2 bilhões nesta quinta-feira (03)

-publicidade-

O Conselho de Administração da Suframa (CAS) realiza, nesta quinta-feira (03), às 9h (horário de Manaus), sua 295ª Reunião Ordinária, para analisar pauta contendo 14 projetos industriais e de serviços, sendo quatro de implantação e 10 de ampliação, atualização ou diversificação, que somam investimentos totais de R$ 2 bilhões e preveem a geração de 1.012 postos de trabalho em até três anos, prazo para efetivar as linhas de produção a partir da aprovação no Conselho.

A reunião será realizada no auditório Floriano Pacheco, localizado na sede da Suframa, em Manaus, obedecendo as medidas sanitárias e de distanciamento social em razão da pandemia ocasionada pela Covid-19. A transmissão poderá ser acompanhada em tempo real pelo canal oficial da Suframa no Youtube (http://www.youtube.com/suframanews).

A presidência da 295ª Reunião Ordinária do CAS ficará a cargo do secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), Carlos da Costa. Estão confirmadas a participação do superintendente da Suframa, Algacir Polsin, de prefeitos eleitos nos municípios dos estados da área de abrangência da Autarquia (Amazonas, Acre, Roraima, Rondônia e Amapá), dos conselheiros integrantes de diversos ministérios, representantes de entidades de classe, parlamentares, entre outros.

Destaques da pauta

Entre os destaques nos projetos industriais da pauta, estão a proposta de ampliação da Samsung Eletrônica da Amazônia LTDA, para produção de dispositivo de cristal líquido para televisores e monitores de vídeo, com previsão de investimentos da ordem de R$ 1,1 bilhão e a geração de 617 novos empregos; e o projeto de ampliação e atualização da Coimpa Industrial LTDA, para elaboração de produtos químicos para galvanoplastia e tratamentos superficiais, além de diversos produtos envolvendo a semimanufatura de metais, entre outros materiais, com previsão de investimentos de R$ 824,2 milhões e expectativa de geração de 138 novos postos de trabalho.

Agropecuário

O Conselho também deverá avaliar proposições de natureza administrativa, entre elas, a doação de uma área ao município de Rio Preto da Eva (AM), para a implantação do projeto do distrito bioagroindustrial, com a extensão de 1.005,8144 hectares, no Distrito Agropecuário da Suframa (DAS), além de alterações nas resoluções nº 71/2019 e nº 101/2019, de modo a possibilitar a regularização fundiária de ocupações rurais em áreas do Distrito Industrial de Manaus. “São medidas importantes para darmos celeridade ao desenvolvimento da vertente agropecuária que está no nosso escopo enquanto modelo Zona Franca”, afirmou o superintendente da Suframa, Algacir Polsin.

Texto: Layana Rios

-publicidade-