Steveson Pontes também é acusado de roubos a ônibus particulares que fazem o transporte de funcionários de empresas do Pólo Industrial de Manaus

Agentes do 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP) predneram em flagrante, de Steveson Pontes Cabral, 31, e a companheira dele, Luzanila da Silva Ramos, 30, por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. A ação deflagrada pela equipe do 13º DIP, com o apoio de policiais civis lotados na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), ocorreu por volta das 14h desta quinta-feira (17).

Conforme o o delegado Jander Mafra, o flagrante aconteceu na casa do casal, na Rua Sena, Conjunto João Paulo, bairro Jorge Teixeira, zona Leste da capital. Steveson estava sendo investigado pela equipe de inteligência do 13º DIP há aproximadamente 20 dias, pela autoria de roubos a ônibus particulares que fazem o transporte de funcionários de empresas do Pólo Industrial de Manaus (PIM). Segundo o delegado, a equipe de investigação recebeu delações na unidade policial, informando que Steveson estava comercializando entorpecentes na residência dele.

Durante a coletiva de imprensa Jander Mafra informou que os policiais civis se deslocaram até o local para averiguar a veracidade das informações. Ao chegarem no endereço informado os servidores tentaram efetuar a prisão de Steveson, que ainda tentou empreender fuga, mas acabou interceptado em via pública pelas equipes policiais. Em ato contínuo, realizaram revista na residência do casal.

“Ao iniciarmos as buscas no interior do imóvel encontramos, aproximadamente, um quilo de pasta base de cocaína, material para refino e mistura de drogas, uma pistola calibre ponto 40, cautelada para um policial civil, quatro munições intactas de calibre ponto 40, uma balança de precisão e uma motocicleta da montadora Honda, modelo Bros 160, de cor branca e placa PHD–5558”, declarou a autoridade policial.

Mafra acrescentou que com o infrator também foram recuperados três aparelhos celulares, roubados no último dia 19 de julho, por um grupo criminoso comandado por Steveson. Na ocasião desse delito, o bando interceptou um micro-ônibus que fazia rota para uma empresa do PIM, por volta das 5h50, na Avenida Margarita, bairro Jorge Teixeira, zona Leste, e roubou os pertences de 13 passageiros, funcionários da fábrica em questão.

Na delegacia foi constatado que Steveson responde a dois processos na Justiça por tráfico de drogas. Luzanila argumentou, em depoimento, que eles assumiram o ponto de venda de entorpecentes que pertencia ao irmão dela, Wilton Damasceno Ramos, morto há dois anos.

O casal foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ao término dos procedimentos cabíveis, Luzanila e Steveson serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona Sul. Steveson será indiciado, ainda, pelo roubo ocorrido no dia 19 de julho deste ano.