O Campeonato Amazonense de Arrancada tem comprovado que a paixão pela velocidade não é exclusividade dos adultos. Com a primeira etapa marcada para os dias 16 e 17 de abril, a competição ganha cada vez mais popularidade entre o público infantojuvenil e já reúne nomes de destaque no cenário nacional da modalidade.

Detentora de um histórico impressionante na disputa, a piloto Juliane Bento, de apenas 10 anos, é a atual campeã da categoria Dragster Junior. A pequena competidora vem de uma família de pilotos: o pai, Juliano Bento, foi campeão do Festival Brasileiro de Arrancada, em 2011, e o tio Luciano Bento também é um dos destaque da modalidade.

A bordo de um veículo projetado especialmente para crianças, Juliane parece não sentir medo e surpreende até os pilotos mais experientes. “Eu adoro velocidade. Quando saio da pista já quero entrar novamente”, afirma.

Outra piloto mirim que domina os holofotes da competição é Maria Fernanda, de 9 anos, que fez sua estreia na temporada passada do campeonato. Segundo o pai e também piloto, Moisés Azulay, o amor pelo volante sempre acompanhou a filha.

“Ela sempre gostou de carros e apesar da pouca experiência com o dragster, já demonstra muita coragem e determinação na disputa. E essa é a principal lição que o esporte pode trazer”, disse orgulhoso.

Quem observa as provas de longe, pode até achar a modalidade perigosa, mas existem normas rigorosas para garantir a proteção dos pequenos. Os carros com os quais eles participam do campeonato possuem menor potência no motor e seguem uma série de critérios de segurança. A pista também é menor, com apenas 201 metros, e é obrigatório o uso de itens como capacete, macacão antichamas, luvas, entre outros.

Para a família do piloto Hiago Fabrício, de 9 anos, a modalidade ajuda no desenvolvimento das crianças. “Mais do que apenas uma ‘corrida de carro’, a arrancada desenvolve o reflexo, o raciocínio, concentração e a competitividade. Além disso, pode ser compartilhada e vivida em família, como é o exemplo dos pilotos mirins que participam do amazonense”, ressaltou o pai de Hiago, Thiago Fabrício.

Na preparação para o início da temporada 2016, Hiago é o atual recordista da categoria Dragster Junior Mirim e já figura entre os favoritos para o título. “Agradeço a minha família e a equipe por me incentivarem sempre. Espero fazer uma boa disputa. A arrancada é minha paixão”, comentou.

Primeira etapa

As outras categorias do Campeonato Amazonense de Arrancada serão disputadas por pilotos experientes que buscam o primeiro lugar no pódio, além de recordes regionais e nacionais da modalidade. Ao todo, a organização do evento estima a participação de mais de 90 pilotos da capital e do interior, além de participantes de outros estados. Mais informações no site: www.amazonasdragway.com.br.