Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Central vistoria 54 estabelecimentos comerciais e flagra três festas clandestinas

Durante vistorias realizadas pelos agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF), no fim de semana, 13 estabelecimentos comerciais tiveram as atividades encerradas. A ação, coordenada pela Secretaria de Segurança (SSP-AM), percorreu diversas zonas da capital amazonense e totalizou 54 fiscalizações, entre sexta-feira (21/05) e domingo (23/05).

De acordo com a CIF, a maioria dos locais que tiveram as atividades encerradas estava funcionando sem ter documentação ou autorização necessária para a realização dos eventos. No período, três festas clandestinas foram flagradas.

No sábado (22/05), após denúncias, as equipes da Central encerraram dois eventos clandestinos que aconteciam em sítios distintos. Nas duas ocorrências, diversas pessoas fugiram para as áreas de mata ao verem a chegada do comboio. Juntos, os dois eventos reuniram cerca de 500 pessoas, conforme informações da Operação.

Um dos eventos aconteceu no Ramal do Acará, bairro Viver Melhor, zona norte de Manaus. Conforme a CIF, a festa, denominada “Noite do Terror”, tinha divulgação através das redes sociais destacando que outras edições ocorreram sem o flagrante da polícia. O responsável pelo evento foi conduzido ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) por descumprimento de medida sanitária.

Flutuantes – No domingo (23/05), a ação realizou fiscalização em dez flutuantes. Segundo o levantamento feito pelas equipes, a maioria estava cumprindo o decreto e recebeu orientações. Dos locais vistoriados, apenas o “Flutuante da Tia” apresentou irregularidades e foi autuado pela Vigilância Sanitária Municipal por falta de documentação e álcool em gel e, pela Marinha, por não portar o parecer da autoridade marítima.

FOTO: Erikson Andrade e Luana Mendonça/ SSP-AM

-publicidade-