Centro de Convivência reúne cerca de 350 crianças em Festival de Natação

Com a participação de aproximadamente 350 crianças, foi realizado durante todo o dia desta quinta-feira (18/10), o primeiro Festival de Natação do Centro de Convivência Padre Pedro Vignola, localizado no bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus. O Centro de Convivência é coordenado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), e conta com o apoio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel). Além dos alunos que praticam o esporte na unidade, a competição também teve a presença de competidores da Escola Estadual Professora Hilda Tribuzi e de outras escolas estaduais da região.

Pela manhã, cerca de 150 crianças disputaram os primeiros títulos do festival nas categorias 7 a 10 e 11 a 14 anos, nos naipes feminino e masculino. Já pela parte da tarde, aproximadamente 200 alunos participaram do evento nas demais categorias de idade. De acordo com o coordenador de atividades da Sejel no Centro, Wanderley Correia, o festival agrega uma interação importante entre alunos, pais e parentes. “Todos os nossos alunos de natação estão participando da competição hoje. Este é um evento que agrega muito na formação deles, afinal há a interação dos pais que vem acompanhar e torcer pelos filhos, além de tios e outros que acompanham o aluno. É essencial que façamos este tipo de competição para estimular as crianças, assim elas aprendem a se preparar e, quem sabe, no futuro, tenhamos grandes nadadores saindo a partir das dessas atividades”, afirmou.

Medalha de bronze na competição, o estudante Marcelo Augusto, de nove anos, disse que gosta de natação e está há 3 anos participando das aulas. Ele queria ter alcançado o ouro, mas garantiu que vai melhorar para ser campeão na próxima. “Eu gostei desse dia de competição. Nadei com vários amigos que fazem aula comigo. Eu sempre gostei de natação e hoje, mesmo com a medalha de bronze, estou feliz, mas vou treinar mais e chegar no ouro no próximo festival”, afirmou.

Superação – Tia de Marcelo, a dona de casa Suely Camilo, de 48 anos de idade, afirmou que as atividades do Centro são excelentes e que o sobrinho, que tem hiperatividade e déficit de atenção, tem mostrado uma evolução muito grande a partir das aulas. “O Marcelo veio participar das atividades do Centro por conta de exigência médica, devido ao diagnóstico de hiperatividade e déficit de atenção, mas desde o princípio, ele vem desempenhando com muita progressão o esporte e, melhor, tem diminuído em quase 90% o problema. Não posso deixar de dizer que isso é fruto do trabalho extremamente valioso e de excelência, com profissionais gabaritados, que o Centro desenvolve”, destacou.

Campeã – Quem também ficou feliz com a competição foi a pequena Ana Sophia, de 10 anos, que conquistou a medalha de ouro. Ana acredita que a natação unida à atenção dos professores, proporciona um bom desenvolvimento para as crianças. “Eu estou aqui desde o começo do ano e sempre foi uma vontade minha fazer natação. Hoje é a minha primeira competição e já ganhei o ouro. Estou feliz porque achei que foi uma disputa muito boa. O legal de tudo aqui é que os professores sempre nos ajudam e dão dicas para melhorarmos. A gente nada, e com a atenção que eles nos dão, ficamos seguros e desenvolvemos melhor”, finalizou.

FOTO: MAURO NETO/SEJEL