O Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) está com uma nova plataforma para os serviços emergenciais do 190 e do 193. É o Sistema de Aplicativo e Chamadas de Emergência (Sace), software desenvolvido pelo setor de tecnologia da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) que ampliou o controle sobre o atendimento de ocorrências e melhorou o repasse de informações para os policiais nas ruas.

Entre outras vantagens, o software possibilita o registro da localização das ocorrências, uma diminuição do tempo de resposta às denúncias, além de um módulo de análise criminal que computa os dados de todas as ocorrências recebidas, permitindo um mapeamento dos índices de crimes, subsidiando as ações policiais.

O Sace também engloba o aplicativo “Aviso SSP”, botão do pânico para o cidadão em casos de ameaças de roubos e furtos em ônibus do transporte coletivo de Manaus, e o Sistema de Gestão Veículos Roubados, que acelerou a inclusão de automóveis furtados no sistema da polícia e conseguiu recuperar mais de 60% dos veículos levados por criminosos no último mês.

Atualmente, o Sace é utilizado pelo Ciops via atendimento do 190, da Polícia Militar, e 193, ocorrências para o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas. “Um dos principais ganhos do sistema é a possibilidade de registro da localização da denúncia. Após o registro, é possível, entre outros, mapear as áreas com maior índice de ocorrências e subsidiar as ações estratégicas do sistema de segurança pública”, disse o coordenador do Ciops, major da Polícia Militar, Eduardo Silva.

O major Eduardo Silva informa que o Sace está em execução desde 20 de junho, com aperfeiçoamento contínuo feito com base nas necessidades identificadas no dia-a-dia. Faz parte de uma série de ações voltadas ao aperfeiçoamento do atendimento à sociedade pelo Ciops. Por ser desenvolvido por servidores públicos do sistema de segurança, o novo sistema teve custo zero. “Atualmente, temos uma classificação mais precisa das ocorrências. O novo sistema absorveu as funcionalidades do sistema anterior, que era muito bom, e incluiu novas ferramentas desenvolvidas a partir de demandas elencadas pelos atendentes do 190”, disse o major.

Entre as demais funcionalidades incorporadas ao novo sistema está a inclusão de pontos de verificação do atendimento. “Temos um controle melhor de todo o processo de atendimento que vai desde a ligação telefônica, passando pelo atendimento da ocorrência pela viatura policial e chega ao encerramento do fato na Delegacia. Esse fluxo está dentro de um único sistema e pode ser acompanhado com maior precisão”, explicou o coordenador do Ciops, major Eduardo Silva.

Início de tudo

O Sace começou a ser implantado pelo Corpo de Bombeiros. O sistema foi desenvolvido como parte de uma dissertação de mestrado do major Bombeiro Marco Antônio Gama, que atualmente integra um grupo de trabalho da SSP para desenvolvimento de novas tecnologias que auxiliem no combate à criminalidade e subsidiem o trabalho das forças de segurança. Hoje a equipe de desenvolvimento é composta por cinco pessoas. São servidores na área de programação e designer. “Agora, todo o atendimento é georreferenciado. Levamos em consideração a demanda da gestão de ampliar o controle do atendimento das chamadas da população. Com isso, conseguimos, a partir dos chamados, municiar a Polícia Militar a fazer o trabalho preventivo. Esses dados são transmitido às Companhias Interativas Comunitárias. Os Comandantes de cada área estão cadastrados e estão usando o sistema para estabelecer estratégias de atuação”, disse o major Bombeiro.

O Ciops funciona 24 horas para o recebimento de denúncias via 190 e conta com 90 atendentes, além de supervisores, distribuídos em quatro turnos ininterruptos de atendimento à população.

FOTO: BRUNO ZANARDO/SECOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here