O Vereador Chico Preto (PMN) criticou o que chamou de simplório o conteúdo da mensagem governamental lida pelo prefeito Arthur Neto (PSDB), na abertura dos trabalhos da Câmara Municipal de Manaus (CMM), na manhã desta quarta-feira (6). Segundo o parlamentar, Arthur não abordou os grandes temas relacionados à cidade, como o Plano de Mobilidade Urbana, e esqueceu que é prefeito.

“Lamento que o prefeito não tenha abordado, em sua mensagem, os reais problemas da cidade de Manaus. Vi um Arthur muito mais atento às demandas de nível nacional do que propriamente da cidade que governa. Ele fugiu dos grandes temas. Falou bastante da Zona Franca, que fica em Manaus, mas a gerência é de órgão federal”, afirmou.

“A mensagem é uma prestação de contas do que se fez e um norte do que irá ser feito, e não foi falado nada substancial. Não tem uma meta quantificada na mensagem lida”, concluiu.

Audiência pública

Ciente da importância do tema da mobilidade para o desenvolvimento da cidade, o vereador Chico Preto irá protocolar, na próxima sessão plenária, um requerimento solicitando a realização de uma Audiência Púbica para debater o Plano de Mobilidade Urbana.

O parlamentar destaca que desde que projeto foi aprovado na CMM em 2016, quase nenhuma meta foi cumprida pela prefeitura de Manaus.

“É importante que o ano legislativo comece com uma resposta da Prefeitura acerca do Plano de Mobilidade Urbana da cidade de Manaus, cujo só o projeto de viabilidade custou mais de R$ 3,5 milhões aos cofres públicos e até o momento quase nada saiu do papel”, afirmou.

Chico Preto lembra que no plano de metas estabelecido pelo projeto, apenas a ciclovia do Boulevard Álvaro Maia e as pinturas da faixa azul foram concluídos.

Entra as metas estabelecidas no Plano de Mobilidade de Urbana da cidade de Manaus estão a construção de passagens de nível, ciclovias, a duplicação da estrada dos Franceses e a implementação do modal Bus Rapid Transit (BRT).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here