As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Cinco são presos com 1,7 tonelada de skunk em embarcação no Amazonas

O Departamento de Narcóticos (Denarc) e o Grupo Especial de Resgate e Assalto (FERA), prendeu na manhã desta sexta-feira (08/11) cinco homens com 1,7 tonelada de maconha tipo skunk escondida em uma embarcação. A ação ocorreu próximo à orla do município de Manacapuru.

Foram presos Alex de Oliveira Jean, 39, Edson Luiz Viana Fernandes, 39, Elson Rodrigues Mota, 39, Fábio de Lima Souza, 34, e Raimundo Nonato Abreu Ramos, 48.

De acordo com o delegado Paulo Mavignier, titular do Denarc, as investigações iniciaram há 30 dias com base de informações de que o grupo criminoso vinha transportando a droga do município de Maraã.

“Essa embarcação foi interceptada e na revista foi encontrado a droga debaixo de uma freezer no porão do rebocador, além de uma arma de fogo calibre .40, encontrada na cabine do comandante. Temos cinco presos e no decorrer do inquérito vamos aprofundar a responsabilidade penal de cada um. Essa ação trouxe um grande prejuízo para organização criminosa, que era responsável por essa droga e com certeza essa droga seria para Manaus e para o Nordeste”, informou.

O delegado disse, ainda, que o entorpecente está avaliado em R$ 7 milhões e veio da Colômbia. Os homens presos são envolvidos na logística do entorpecente. “As investigações continuam para chegarmos nos donos dessa droga e também no grupo criminoso que iria receber esse entorpecente”, afirmou Mavignier.

A embarcação foi abordada em movimento e contou com a atuação tática do grupo Fera. Conforme o delegado Juan Valério, foi realizada campana durante a noite e madrugada para identificar a embarcação. “Conseguimos fazer a abordagem de maneira bem furtiva, bem célere, não tiveram tempo de reagir e isso vai ajudar nas investigações do Denarc, pois eles não conseguiram se desfazer de nada”, comentou.

Alex, Edson, Elson, Fábio e Raimundo foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ao término dos procedimentos no Denarc, todos os infratores foram levados para a DIP de Manacapuru, que funciona como unidade prisional naquele município.

Foto: Erlon Rodrigues/ PCAM

você pode gostar também