Um tema que parece esquecido, mas que está presente na realidade de vários países, a escravidão é retratada por meio da bela história de ação, misticismo e luta pela identidade. Uma história feminina, coberta de magia e a obscuridade da floresta, “Azú, Alma de Princesa”, será exibida nesta quinta-feira (17), às 18h30, com entrada franca, no Teatro Gebes Medeiros, localizado na Avenida Eduardo Ribeiro, Nº 937 – Centro de Manaus.

O ano é 1780 e um grupo de escravos foge de uma fazenda de cana-de-açúcar, procurando encontrar um Quilombo. Don Manuel Aguirre persegue o grupo, ele é um fazendeiro obcecado que fixou seus olhos em Azú, uma bela escrava com um destino ancestral. No elenco, Flora Sylvestre Joseph, Juvel Vielma e Pedro Durán, o filme tem clasificação livre

Com duração de 1h51min, o filme recebeu indicações para o Africa Movie Academy Award, como Melhor Longa Metragem de Ficção, além de ser premiado como Melhor Longa Metragem de Ficção do Festival Internacional de Cinema de Caracas (Venezuela), em 2014.

Dirigido por Luís Alberto Lamata, a mostra do filme é uma realização do Consulado Geral da Venezuela em Manaus, com apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura. Informações: Consulado Geral da Venezuela em Manaus (Telefones: 3584- 3922 e 3584 – 8813) E-mail: [email protected]

Para mais informações sobre outras ações, projetos e atividades desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura, acesse facebook.com/culturadoamazonas e o Portal da Cultura (www.cultura.am.gov.br).

Serviço: Exibição do filme “Azú, Alma de Princesa”
Data/Hora: nesta quinta-feira (17), às 18h30
Local: Teatro Gebes Medeiros (localizado na avenida Eduardo Ribeiro, 937 – Centro).
Entrada: Franca
Público-alvo: Livre