As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Cinquenta e quatro municípios do Amazonas registraram crescimento no PIB

O Produto Interno Bruto (PIB) do Amazonas, em valores nominais, alcançou montante de R$ 93,204 bilhões no ano 2017, um aumento de 4,68% em relação a 2016. O volume produtivo do PIB do estado também registrou um crescimento: na comparação entre os anos 2017 e 2016 o aumento foi de 5,21%. O estudo, realizado em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), que mostra crescimento do PIB em 54 municípios do estado, está disponível na página da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) – www.sedecti.am.gov.br, item Mapas e Indicadores.

Manaus, local onde se concentra o Polo Industrial, foi o município que teve o maior PIB, com R$ 73,202 bilhões, com participação de 78,54% do total do PIB do Amazonas. A capital teve um crescimento de 4,22% na comparação entre os anos 2017 e 2016.

Entre os municípios, Itacoatiara apresentou o segundo maior PIB do estado em 2017, com R$ 1,979 bilhão e uma participação de 2,12%, seguido por Manacapuru, com PIB de R$ 1,525 bilhão e participação de 1,64% em relação ao estado.

Entre os menores municípios estão Itamarati com R$ 93,772 milhões, Amaturá com R$ 80,789 milhões e Japurá com R$ 61,964 milhões.

Setores – No Amazonas, o Setor da Indústria, no ano de 2017 contou com valores de R$ 26,028 bilhões. O município de Manaus corresponde a 94,54% da Indústria do Estado, com R$ 24,607 bilhões. Coari com R$ 405,495 milhões, ocupou a segunda posição no setor e 1,56% de participação na Indústria do Amazonas. Itacoatiara teve participação de 0,45%, sendo o terceiro maior do setor computado, com R$ 116,311 milhões.

No Setor de Serviço, o Amazonas saltou de R$ 43,679 bilhões em 2016 para R$ 46,829 bilhões em 2017, um crescimento de 7,21%. Manaus teve 73,56% da partição do setor em relação ao estado, cujo valor foi de R$ 34,446 bilhões. Itacoatiara e Parintins vêm em seguida com R$ 1,155 bilhão e R$ 726,449 milhões, respectivamente.

O Setor Agropecuário do Estado do Amazonas fechou o ano de 2017 com valor de R$ 5,604 bilhões. O município que teve a maior participação foi Manacapuru, com 13,13% do total do estado e montante de R$ 735,631 milhões. Itacoatiara foi o segundo do setor primário, com R$ 468,832 milhões e participação de 8,37%. O município de Codajás, com R$ 302,252 milhões, ocupou a terceira posição e participação de 5,40%. Manaus ocupou o quinto lugar, com valor de R$ 218,517 milhões em 2017.

O Setor de Imposto, líquido de subsídios, representou 15,82% no PIB do Amazonas em 2017, com R$ 14,743 bilhões, contra 13,131 bilhões de 2016. Manaus foi o município com a maior parcela, com R$ 13,930 bilhões e participação de 94,49% do setor do Estado. Itacoatiara registrou R$ 239,979 milhões, sendo o segundo maior valor do setor. O município de Coari ficou na terceira posição entre os municípios, com cifras de R$ 54,053 milhões.

PIB da RMM – O PIB da Região Metropolitana de Manaus (RMM) em 2017 representou 85,54% na composição do PIB Amazonense, totalizando R$ 79,723 bilhões. A soma dos 49 municípios que estão fora da Região Metropolitana de Manaus foi de R$ 13,480 bilhões, representando 14,46% do total do estado.

PIB per capita – O PIB per capita do Amazonas foi de R$ 22.936 em 2017, contra R$ 22.145 em 2016. O município de Manaus apresentou em 2017 o maior PIB per capita do estado, com R$ 34.363, seguido por Itacoatiara, com R$ 19.817, e Tapauá, com R$ 18.897.

Entre os menores PIB per capita estão Barcelos com R$ 5.784, Santa Isabel do Rio Negro com R$ 5.160 e Ipixuna com R$ 4.942.

FOTO: Arquivo/Secom