“O caos é propício para o surgimento de herois”. A afirmação, que cabe a vários aspectos da vida pessoal e profissional, é do professor Adonel Bezerra e não tem a ver com ficção, mas com uma realidade até então não imaginada – e não vivenciada – em escala global: os cibercrimes. “A carreira na área de Segurança da Informação é uma das mais promissoras atualmente e existem vagas que simplesmente não são preenchidas”, explica o professor que é fundador do Clube do Hacker.

No último dia 12, um ataque virtual em massa atingiu mais de 200 mil computadores em aproximadamente 10 horas. O alcance chegou a 150 países no mundo, incluindo o Brasil. Nesta quarta-feira (17), uma nova ação coletiva foi identificada para geração de moedas de valor virtual.

Conhecedor das técnicas de violação de dados pessoais, Bezerra afirma: é impossível não circular pelo submundo da Internet sendo um profissional da área de Segurança. “A questão é o que você faz com esse conhecimento. Para um especialista é uma forma de se atualizar e manter o seu cliente protegido”, explica. “Essa violação que acontece em seu computador não é coisa de hacker, tem vários programas que o fazem, basta que você tenha deixado-o alguma vez na assistência que algum mecanismo para recuperação de dados foi utilizado. O problema são os negociantes, que vivem da venda desses dados”.

A palestra “Análise de vulnerabilidades pessoais em sistemas computacionais” foi ministrada na noite de quarta-feira (17) para alunos e docentes da faculdade DeVry Martha Falcão. No próximo sábado (20), Adonel Bezerra realiza o Encontro do Clube do Hacker em Manaus, com o curso de oito horas, na instituição. A inscrição dá direito a material didático digital (apostilas e softwares), certificado e coffee break. Estão disponíveis 90 vagas. Matrículas podem ser feitas no site clubedohacker.com.br, no menu extensão-cursos presenciais.

“Este encontro pretende gerar oportunidades aos profissionais e alunos para obterem os conhecimentos necessários para planejar e executar uma investigação digital completa, em sistemas computacionais e arquivos digitais, investigar possível comprometimento de sistema, bem como o comportamento humano na WEB”, explica Adonel Bezerra.

O curso é destinado para quem deseja aprender os segredos dos equipamentos informáticos e quer se dedicar a estudar uma nova área e atuar como perito judicial, extrajudicial e ou prestar consultoria em investigação digital. Acadêmicos de Tecnologia da Informação e da Comunicação (TIC), profissionais com curso superior em áreas afins à tecnologia da informação, alunos concluintes do ensino médio além administradores e gestores de TI, Analistas de sistemas e redes, Técnicos em Informática, Direito e Usuários Avançados também podem fazer o curso.

Clube do Hacker

Consultor de Segurança da informação com mais de vinte anos de experiência, Adonel Bezerra é fundador e mantenedor do Clube do Hacker, instituição dedicada ao estudo de tecnologia da Informação, na divulgação de boas práticas de uso dos recursos tecnológicos pelas empresas e na educação tecnológica sobre os riscos devido a cuidados não são observados. Criado em 1998 o portal e empresa Clube do Hacker tem ainda como objetivo principal fornecer informações sobre o mercado de segurança da informação, redes e software livre, sendo um dos principais líderes em desenvolvimento de conteúdo educacional em software livre e segurança da informação.