Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

CMS-Manaus analisa e aprova Plano de Ação da Estratégia Alimenta e Amamenta Brasil

O Conselho Municipal de Saúde (CMS-Manaus) realizou na manhã desta quarta-feira, 28/4, a sua 4ª Assembleia Geral Ordinária, no auditório Isabel Vitória de Mattos Pereira do Carmo Ribeiro, na sede da Prefeitura de Manaus, bairro Compensa, zona Oeste, reunindo conselheiros representantes dos segmentos de trabalhadores, gestores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Durante a reunião, foi apresentado o parecer favorável da Comissão de Planejamento, Orçamento e Finanças (Cpofin-CMS) sobre o Plano de Ação da Estratégia Alimenta e Amamenta Brasil (EAAB), que tem como objetivo o fortalecimento das ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno e à alimentação complementar saudável, para crianças menores de dois anos, aprimorando as competências e habilidades dos profissionais que atuam na Atenção Básica na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

O parecer foi aprovado pela plenária do CMS após ser apresentado pelo conselheiro Nilton Gama dos Santos, representante do segmento do usuário da zona Centro-Sul de Manaus. Ele explicou que, mesmo que a Estratégia Alimenta e Amamenta Brasil tenha sido instituída no ano de 2013, pela primeira vez houve repasse financeiro do governo federal ao Fundo Municipal de Saúde, tornando-se necessária a aprovação do CMS para utilização na efetivação do Plano de Ação.

Segundo o conselheiro, a Cpofin emitiu parecer favorável após análise minuciosa do Plano de Ação, incluindo reunião com representantes do Núcleo de Saúde da Criança e Adolescente da Semsa e visita à Unidade Básica de Saúde (UBS) Nilton Lins para conhecer in loco o trabalho desenvolvido, envolvendo a participação de representantes do conselho local de saúde, de técnicos do Departamento de Atenção Primária (DAP) e de profissionais da própria UBS.

“Os profissionais da UBS fizeram uma apresentação sobre as experiências com a Estratégia Alimenta e Amamenta Brasil. E acredito que é uma ação muito importante, porque com uma criança sadia vamos ter um adulto saudável, o que vai trazer benefícios para a sociedade até mesmo na economia”, afirmou o conselheiro.

De acordo com a conselheira e diretora do Departamento de Atenção Primária (DAP/Semsa), Sonja Farias, a Estratégia Alimenta e Amamenta Brasil faz parte de um dos projetos do Ministério da Saúde para a alimentação saudável, iniciando com o aleitamento.

“O objetivo é garantir que a criança tenha uma alimentação adequada, para que ela possa ter um bom desenvolvimento. Observamos que no nosso país existem desigualdades sociais, em que temos pessoas obesas, que estão desnutridas. Então, o trabalho da Estratégia Alimenta e Amamenta no direcionamento e orientação sobre como conduzir melhor a alimentação saudável para criança, é muito importante”, afirmou Sonja Farias.

A Semsa conta hoje com 22 unidades de saúde certificadas junto ao Ministério da Saúde, pela implementação da Estratégia Alimenta e Amamenta Brasil.

Texto – Eurivânia Galúcio / Semsa

Foto – Divulgação / Semsa

-publicidade-