O reconhecimento foi pela divulgação da 29ª edição do Prêmio Jovem Cientista nos canais de comunicação da Fundação

O empenho da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) na divulgação de eventos científicos foi reconhecido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que entregou à Fundação um certificado pelo seu esforço na divulgação da 29ª edição do Prêmio Jovem Cientista, ocorrido em outubro do ano passado.

O documento foi assinado ainda pelo Ministério da Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI), Fundação Roberto Marinho, Fundação Grupo Boticário Proteção à Natureza, Banco do Brasil e Embaixada do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte no Brasil.

O Prêmio Jovem Cientista foi criado em 1981 pelo CNPq com o objetivo de revelar talentos, impulsionar a pesquisa no país e investir em estudantes e jovens pesquisadores que procuram inovar na solução dos desafios da sociedade.

O tema da 29ª edição do prêmio foi “Inovações para Conservação da Natureza e Transformação Social”. A ex-aluna do curso de pós-graduação em Ecologia do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (Inpa) conquistou a 2ª colocação no Prêmio Jovem Cientista, na categoria Mestre e Doutor, com a pesquisa intitulada “Domesticação da Floresta Amazônica: um legado dos povos do passado e do presente para a humanidade”.

Papel – Uma das competências da Fapeam é apoiar a realização de eventos técnico-científicos organizados por instituições de ensino e pesquisa, e com isso fomentar a popularização e difusão da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) no estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here