Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

COIAB – Rede de Jovens Comunicadores lança animação sobre enfrentamento ao coronavírus

Produção audiovisual utiliza elementos da cultura indígena para dialogar com o público infantil

Uma comunidade em perigo com a chegada de um inimigo invisível que coloca em risco a vida de toda a aldeia. Para salvar seu povo, jovens guerreiros e guerreiras recorrem aos ensinamentos do sábio ancião da aldeia, recolhido em uma montanha. Esse é o enredo da produção audiovisual “Grandes Guerreiros e Guerreiras”, animação produzida pela Rede de Jovens Comunicadores da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB) em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia).

A atividade integra o projeto “Povos Indígenas da Amazônia no Combate à Covid-19” (Piaac) e foi lançada na tarde desta terça-feira, 27/4, dentro da programação da 17ª edição do Acampamento Terra Livre 2021 (ATL). De acordo com a articuladora da Redes de Jovens Comunicadores da COIAV, Alana Manchineri, a animação tem como principal objetivo chegar ao público infantil e discutir de forma criativa e lúdica sobre o perigo e enfrentamento causado pelo coronavírus, principalmente, nas comunidades indígenas.

“A história de ‘Grandes Guerreiros e Guerreiras’ foi uma das atividades realizadas pelos grupos de jovens comunicadores. Ao todo, os seis grupos apresentaram seis narrativas e a história da ‘Equipe Boto’ foi a contemplada. Essa atividade foi feita em três dias e os grupos tinham como desafio criar uma história voltada ao público infantil discutindo o coronavírus e utilizando elementos da cultura indígena. O resultado foi extremamente satisfatório”, ressaltou Alana que também é supervisora do projeto.

A história da animação foi proposta pelos jovens Vera Tukano, Patrícia Guajajara, Kauri Waiãpi, Esco Tikuna, Cledson Karitiana. O roteiro final ficou por conta de Alana Manchineri, Anderson Arapaço e Mariana Aikanã. A equipe contou com a realização técnica de Victória Correa (animação, concept arts, cenários edição), Mateus Compart (Storyboard, concept arts e cenários), Ian Wapichana (Trilha sonora original, sound design e mixagem) e colaboração de Jakeline Carvalho Xavier e Talita Oliveira.

“Esse foi um trabalho em equipe que me proporcionou muito aprendizado porque eu pude trabalhar direito com todos da equipe. A história foi toda ajustada para que pudesse alcançar o público infantil e eu pude colocar na prática tudo que eu aprendi nas oficinas oferecidas pela COIAB e parceiros”, comentou Anderson Arapaço.

A chefe do escritório do Unicef em Manaus, Débora Nandja, destacou a atuação dos jovens comunicadores em todos projetos propostos pelo Piaac voltados à saúde mental dos povos indígenas em tempos de pandemia.

“A Rede de Jovens Comunicadores assumiu o protagonismo do projeto na criação e disseminação de informações sobre prevenção à Covid-19 em diversos formatos e línguas indígenas. Além disso, participaram ativamente das atividades de promoção da saúde mental e de proteção de crianças e adolescentes. Os resultados do projeto mostram a importância de fortalecer e mobilizar essa rede de jovens para o nosso planejamento, principalmente, para entender quais são as demandas deles que precisam ser ouvidas, considerando, sobretudo, a interculturalidade que estão envolvidos”, explicou Débora.

Para Michele El Kadri, coordenadora Piaac pela Fiocruz, a parceria com a Coiab e o Unicef foi um grande sucesso para a realização do projeto. A corodenadora parabenizou o envolvimento dos jovens comunicadores que encaram todos os desafios propostos dentro e fora de suas comunidades.

“O projeto tomou uma dimensão maior do que imaginávamos e isso se deve, em muito, por causa das parcerias firmadas entre as instituições envolvidas e as redes de apoiadores locais. A participação dos jovens comunicadores foi decisiva para a mobilização das comunidades, pois trabalharam muito bem a mediação das informações que queríamos que chegassem àquelas localidades. A animação reflete bem este compromisso com o diálogo claro e direto com as populações indígenas. É uma produção linda e extremamente informativa”, destacou Michele.

Grandes Guerreiros e Guerreiras (Brasil | 2021 | 06min45s)

Sinopse: Certa noite, Kito, Irisa, Wáwéru, Buhtûû e A’iru’acu decidiram passar a noite na floresta e tiveram sonhos misteriosos. Assustados, decidiram voltar para a aldeia e encontraram a comunidade em desespero com a chegada de um ser desconhecido, que já havia levado muitos dos seus parentes. Decididos a ajudar seu povo, foram em busca de orientação com o ancião da aldeia, que havia se recolhido em uma montanha distante.

Disponível nos canais do Youtube da COIAB, UNICEF e Lahpsa Fiocruz Amazônia.

-publicidade-