Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Colégio Militar da Polícia Militar realiza formatura de alunos do Ensino Médio

O Colégio Militar da Polícia Militar II (CMPM) Escola Estadual de Tempo Integral (Ceti) Marcantonio Vilaça II realizou solenidade de formatura, na noite desta sexta-feira (18/12), de 149 alunos do 3º ano do Ensino Médio. A cerimônia aconteceu na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, localizada na avenida Constantino Nery, zona centro-sul de Manaus. A formatura contou com a participação do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Mauro Campbell, que prestigiou a formatura da sobrinha.

Para a diretora da unidade, tenente-coronel Otacicleide, a celebração é resultado de esforços coletivos que tornaram a formatura possível. “Hoje à noite é o fim de vários anos de investimentos dos pais, da nossa Secretaria de Educação, do nosso Comando Geral da Polícia Militar. Então a data de hoje é a celebração do fim de uma primeira jornada. A palavra que tenho que falar para todos é gratidão. Todos nós nos empenhamos, cada um dentro da sua esfera, da sua responsabilidade, da sua função e competência. Eu falo para eles que o sonho está apenas começando, então eles têm que sonhar, almejar e lutar pelos seus sonhos”.

O formando Ítalo Barbosa externou a alegria do momento de formatura no CMPM II e destacou a importância da solenidade. “É gratificante depois de vários anos estudando no colégio, vários amigos feitos, várias professoras que marcam nossa história na trajetória escolar. É muito importante esse momento pra gente, é um sentimento inexplicável. É um ciclo que se encerra, mas a gente tem o sentimento de que é pra que outro se inicie, e a trajetória do colégio acaba aqui pra começar outras muito maiores”, afirmou.

Para o formando Eduardo Feitosa Nunes, o momento é de agradecimento à escola e aos colegas pela conclusão do Ensino Médio, em meio a pandemia de COVID-19. “É uma sensação totalmente de alegria, de gratidão, porque a gente passou por muitos altos e baixos e porque é o último ano agora. É um ano atípico, então só tenho a agradecer tanto pela equipe do colégio como pelo corpo discente que sempre nos apoiou”, disse.

Homenagem – Homenageada pela turma de formandos, a mãe do aluno deficiente auditivo Ubiraci Barbosa de Santana Neto, a fonoaudióloga Paula Araújo Cardoso, acompanhou o filho como intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) durante todas as aulas do Ensino Médio. Paula foi homenageada em reconhecimento pelos esforços dedicados ao filho, que foi aprovado para o curso de Arquitetura e Urbanismo.

“Nesse momento estou muito feliz. Não tem nem palavras para medir a emoção, a felicidade que estamos tendo nesse momento. É um orgulho porque era o sonho dele estudar em uma escola militar, mas como na época em que ele quis as escolas não eram abertas para nenhum tipo de deficiência, quando a gente conseguiu a vaga dele na escola a gente conseguiu abraçar a causa dele. Fiz um acordo com a escola de que me colocaria à disposição como voluntária. A gente adequou as nossas necessidades a isso e continuei acompanhando ele até esse ano, o último ano dele, e eu também estaria dentro da escola junto com ele. A escola não se opôs em momento nenhum”, contou.

FOTO: Arthur Castro/Secom

-publicidade-