As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Com apoio do Governo do Amazonas, produtores rurais e feirantes da ADS garantem renda na crise

Nesta quarta-feira (15/04), o Governo do Estado doou mais 134 toneladas de produtos regionais e 1 tonelada de lanches produzidos pelos empreendedores participantes das Feiras de Produtos Regionais da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS). Os alimentos foram entregues para a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Secretaria de Assistência Social (Seas) e Fundo de Promoção Social (FPS), responsáveis pela distribuição às entidades que trabalham com pessoas em vulnerabilidade social.

Entre os produtos disponibilizados nesta entrega, estavam abacaxi, abóbora, carne moída, banana pacovã, banana, cheiro verde, couve, feijão de metro, batata doce, farinha branca, polpa de frutas, limão, maxixe, macaxeira, mamão, pimentão, pimenta de cheiro e farinha amarela.

A produção foi adquirida de 54 credenciados no Programa de Regionalização da Merenda Escolar, beneficiando os municípios de Benjamim Constant, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Eirunepé, Iranduba, Itacoatiara, Japurá, Manacapuru, Parintins, Rio Preto da Eva, além da capital Manaus.

O objetivo da ação é garantir a comercialização dos produtos oriundos da agricultura familiar, mesmo durante a pandemia. “Conseguimos conquistar dois viés, o econômico, pois a economia continua aquecida por meio deste olhar diferenciado ao trabalho dos nossos produtores e também conseguimos fortalecer as ações sociais por meio das ações que são realizadas posteriormente às pessoas em situação de vulnerabilidade social”, explicou o diretor técnico da ADS, Tomás Sanches.

Os participantes do setor de alimentação das Feiras da ADS também fizeram a entrega de lanches que serão distribuídos nos pontos de acolhimento do Governo do Amazonas. Salgado, pastel, sopa, açaí, sanduíche, tapioca, suco, pão artesanal, bolo, entre outros alimentos fizeram parte do cardápio preparado por 30 feirantes.

Aline Gadelha, que é proprietária da Farofa Nutritiva e de outros empreendimentos do segmento de alimentos naturais, destacou que, graças a este incentivo do Governo do Amazonas, está conseguindo manter a mesma renda que conquistaria se estivesse trabalhando nas feiras da ADS.

“Nossa empresa estava parada, mas, graças a esta iniciativa do Governo do Estado de comprar os nossos produtos para doar para pessoas carentes, estamos conseguindo nossos recursos. Isto tem sido muito gratificante, pois, antes disso, não sabíamos o que fazer, mesmo trabalhando com delivery, não seria a mesma coisa”, esclareceu a empreendedora.

Com o objetivo de aumentar a imunidade das pessoas que receberão as doações, a empresa Feira do Mel contribuiu com 57 kits de xaropes naturais que incluem mel composto (mel de abelha, copaíba, própolis e eucalipto), mel puro e mais um sachê de mel composto.

“Hoje estamos garantindo o que venderíamos em uma semana da feira. Graças a este incentivo, podemos cumprir a quarentena e continuar nossa produção sem ter nenhum tipo de prejuízo”, afirmou André Leite, administrador da empresa.

’Me sinto honrada em poder ajudar com meu trabalho’ – Apesar de todos os alimentos serem comprados pelo Governo do Amazonas, a feirante Mônica Cruz, que trabalha com sopas, ainda destacou que se sente honrada em poder fazer parte de uma ação que ajuda pessoas carentes.

“O fato de saber que o que produzimos será entregue para alguém que pode sequer ter tido o que comer no dia anterior ou realizado uma refeição com grande fonte nutricional, nos motiva a fazer um alimento ainda mais especial”, completou a empresária.

Mais de 250 toneladas de alimentos – Em menos de um mês, o Governo do Estado, por meio do Sistema Sepror, já doou mais de 250 toneladas de alimentos, como frutas, verduras e hortaliças, e aproximadamente 70 toneladas de pescado, para as instituições cadastradas no programa “Amazonas Solidário”.

FOTO: Ruth Jucá