Patrocinado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), o lutador do Ultimate Fighting Championship (UFC), Adriano Martins, 31, concedeu coletiva de imprensa, nesta quarta-feira, 11, para falar sobre a sua preparação e sua expectativa para a luta contra o russo Rustam Khabilov no card principal do UFC Fight Night 61, no dia 22 de fevereiro, na categoria peso leve (Até 70,7 kg).
Na coletiva, que ocorreu na sede do posto Equador, Distrito Industrial, zona Sul de Manaus, Adriano deu mais detalhes sobre como foi a temporada de treinos, que durou cerca de um mês, na America Top Team, nos EUA. A academia é referência na modalidade. O UFC Fight Night 61 será realizado no Ginásio Gigantinho e marca a estreia de Porto Alegre (RS) em edições do UFC.

Confiante, Martins, que tem duas vitórias em três lutas pelo UFC, contou que está preparado para vencer Rustam Khabilov: “Ele não me espanta nem um pouco. Já enfrentei caras de todos os pesos e não é um cara de 70 kg que vai me colocar medo”, enfatizou Adriano, que está a 6 kg do peso ideal, faltando ainda mais de uma semana para a luta.

O lutador demonstrou valorizar suas raízes e disse preferir passar por sua cidade natal antes das competições. “Eu gosto de estar em Manaus. Tenho que estar aqui antes de competir. Aqui é o meu lugar é onde me sinto melhor. Espero poder levantar a bandeira do Amazonas com orgulho”, declarou.

De acordo com o técnico de MMA de Adriano Martins, Cristiano Carioca, o lutador está bem psicologicamente e isso dará um bom rendimento durante a luta. “Se ele estiver bem de cabeça, ninguém segura ele. Ele está feliz, ele está bem de cabeça. Vai estar bem completo para o combate”, explicou Carioca.

Para o secretário da Semjel, Elvys Damasceno, o incentivo a atletas como Adriano é o caminho certo para tornar o esporte de alto nível no Amazonas. “O Adriano tem muitas vitórias no currículo e a possibilidade de sucesso é muito alta. É incentivando atletas desse porte que iremos revelar novos talentos para a nossa cidade”, concluiu Damasceno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here