Com reforço do prefeito, busca ativa coloca Manaus entre os menores índices de faltosos

Em Manaus, 2,9% da população imunizada com a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e no período de receber a segunda dose, ainda não foi tomar o imunizante, o que corresponde a aproximadamente 10 mil pessoas. A taxa, uma das menores do país, é resultado da busca ativa da Prefeitura de Manaus realizada no Centro de Cooperação da Cidade (CCC), na avenida Umberto Calderaro, Parque 10 de Novembro. O serviço tem sido acompanhado de perto pelo prefeito David Almeida, que realizou algumas ligações para pessoas cadastradas no sistema.

“Esse serviço é fundamental para que possamos alcançar logo a nossa meta de vacinar, com as duas doses, 100% da população vacinável de Manaus. Hoje, temos menos de 3% de faltosos para a segunda dose, um dos melhores índices do país, e reduzindo ainda mais esse índice conseguiremos fazer com que a vida dos manauaras volte ao normal o mais rápido possível. Por isso, você que já recebeu a primeira dose, fique atento ao prazo para a segunda dose para que a sua imunização seja completa”, enfatizou o prefeito.

A busca ativa auxilia diretamente a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), uma vez que em alguns casos, a pessoa recebeu a vacina em Manaus, mas optou por tomar a segunda dose em outro Estado ou município. O serviço está sendo realizado por meio de uma parceria entre o CCC e a Fundação Municipal de Eventos e Turismo (Manauscult). São servidores da pasta de turismo, utilizando a estrutura do Centro de Cooperação para entrar em contato com a população de Manaus, parceria essa que deve continuar.

“Esse é o principal objetivo do CCC: atuar por meio de cooperação em situações fora da rotina da cidade, agilizando os serviços e priorizando a população, já que nenhum órgão é capaz de fazer isso sozinho. A determinação do prefeito David é de união entre as pastas e desde o início da pandemia”, disse Sandro Diz, superintendente do CCC.

Manaus é a segunda capital do Brasil vacinando a menor faixa etária e a secretária da Semsa, Shádia Fraxe, destaca que as vacinas contra a Covid-19 são a forma mais segura de controlar e baixar os índices de casos da doença, devolvendo Manaus à vida normal.

“É fundamental que a pessoa tome a sua segunda dose e complete seu esquema vacinal. Somente após o cronograma completo, a pessoa pode se sentir imune desse mal que vem assolando todos nós. Então eu peço que você que já tomou a primeira dose e está no período da segunda, não deixe de receber o imunizante”, disse Fraxe.

Na última semana, quase sete mil pessoas foram contactadas pelo Call Center da prefeitura e muitas agradecem o lembrete para a imunização. É o caso de Arlete Santos, que mora na zona Norte e recebeu a segunda dose no Centro de Convivência Padre Vignola.

“Depois que a primeira dose quase me derrubou com os efeitos pesados, eu pensei muito em não ir tomar a segunda. Mas, além do centro ser aqui pertinho de casa, vocês me convenceram que na segunda dose os efeitos não são tão grandes e eu resolvi tentar. Não é que vocês estavam falando a verdade? Não senti nadinha. Quer dizer, estou sentindo alegria e esperança por estar viva”, contou Santos.

O vigilante Cláudio Marques, 44, também recebeu a ligação para tomar a segunda dose. Cláudio conta que ficou feliz e que o reforço é importante. “Foi um reforço bom, muito bom para avisar o pessoal para tomar a segunda dose e quem sabe até a primeira, é importante lembrar a população sobre isso. Tomei a segunda dose e estou me sentindo aliviado e muito contente”, finalizou o vigilante, que tomou a segunda dose no ponto de vacinação do parque municipal do Idoso.

Texto- Divulgação / CCC

Foto – João Viana / Semcom