O advogado Edson Machado será convocado a dar explicações na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Manaus (Comdec-CMM), no próximo dia 20, às 9h, sobre as vendas irregulares de lotes em um conjunto residencial de propriedade do empresário Michael Schawarcz, no bairro Tarumã, na Zona Oeste. A comercialização dos lotes era realizada pelo filho dele, Paulo Lima de Souza Schawarcz.

Além de envolvimento com estelionato, por vender um mesmo terreno para várias pessoas, Paulo Schawarcz é acusado também de violar os direitos do consumidor por não entregar aos compradores os lotes vendidos. “Vamos ouvir o advogado Edson Machado para dar celeridade a esse caso que tem prejudicado vários consumidores de Manaus. Há pessoas que chegaram a desembolsar mais de R$ 50 mil para realizar o sonho da casa própria, mas foram enganadas e viram esse sonho virar um pesadelo”, destacou o presidente da Comdec-CMM, vereador Álvaro Campelo (PP).

Além de Edson Machado, a Comdec-CMM convocará também os representantes da Delegacia do Consumidor (Decon) e da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) para participarem da reunião.

Compradores lesados

Na manhã desta quinta-feira (12), a Comdec-CMM realizou uma reunião com consumidores que foram lesados na compra de terrenos no balneário residencial Tarumã. Pelo menos 52 pessoas alegam quem foram enganadas por Paulo Schawarcz.

De acordo com o industriário, Haroldo Fonseca, 34, além de venda de terrenos para a mesma pessoa, o empresário ainda não entregou os lotes dos consumidores que já quitaram o seu pagamento. “Vamos lutar até o fim para resolver essa questão que prejudicou várias pessoas”, declarou o industriário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here