As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Comerciante é preso acusado de comercializar de forma ilegal de mais de 120 mil munições no Centro

Material estava armazenado sem a devida autorização

Policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) cumpriram na manhã desta terça-feira (24), mandado de busca e apreensão em um estabelecimento comercial, no bairro Centro, zona sul da cidade, que resultou na prisão, em flagrante, do dono da loja, identificado como José Cláudio de Paiva Vacaro, 35 anos. Foram apreendidas mais de 120 mil munições de uso permitido, calibres 380, 38, 22 e 16, que estavam armazenadas sem a devida autorização. As informações são dos delegados Raphael Campos e Marília Campello, titular interino e adjunta, respectivamente, da unidade policial.

A delegada adjunta da especializada destacou que a ação deflagrada nesta manhã na capital é um desdobramento da operação policial denominada “Senhor das Armas”, que está sendo coordenada pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), do estado de Rondônia. Na capital, os trabalhos contaram com o apoio de oficiais do Exército Brasileiro (EB), além de fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).

“Essa operação foi uma parceria com a Draco e ainda está em fase de finalização e levantamento do material em Porto Velho. José Cláudio é filho de outro comerciante que é dono das lojas investigadas em Rondônia. Ao todo, quatro estabelecimentos comerciais, sendo um em Manaus, dois em Porto Velho, e um município de Buritis, no interior de Rondônia, foram alvos da operação ‘Senhor das Armas’, por estarem comercializando munições ilegalmente”, disse Campello.

Segundo a delegada, o infrator foi preso no estabelecimento comercial onde ele é dono, situado na rua Pedro Botelho, bairro Centro, zona sul da cidade da capital. Ainda segundo a autoridade policial, foram apreendidas mais de 120 mil munições de uso permitido, calibres 380, 38, 22 e 16, cerca de 15 mil unidades de espoleta, 227 quilos de balins, 457 cartuchos de metal, 80 quilos de pólvora.

Flagrante – O proprietário do estabelecimento comercial foi autuado em flagrante pela comercialização ilegal de munição de uso permitido. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEHS, ele será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul de Manaus.

você pode gostar também