Amazonas Notícias

Comissão Estadual do Zoneamento Ecológico-Econômico apresenta regimento interno na primeira reunião ordinária do ano

Reunião também foi para providenciar o plano de trabalho do ZEE da região do Purus junto à Sema

A Comissão Estadual do Zoneamento Ecológico-Econômico (Cezee) realizou, na manhã desta quarta-feira (16/2), a primeira Reunião Ordinária do Plenário do ano de 2022. O objetivo foi apresentar a minuta do regimento interno e atualizar o plano de trabalho do Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) do Purus, do Madeira e do Baixo Amazonas.

A Cezee é uma ação específica que faz parte do Programa Desenvolve Amazonas que está inserido no Plano Plurianual (PPA 2020-2023) do Governo do Estado. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) preside a Comissão e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) é a secretaria executiva da Cezee.

“A reunião do Plenário acontece de dois em dois meses e a do grupo técnico todo mês. Na reunião de hoje foi apresentada a minuta do regimento interno para a aprovação da mesma com prazo até o dia 23 de fevereiro. Foi realizada também a homologação da ata da reunião de instalação. Além disso, também está sendo providenciado o plano de trabalho do ZEE do Purus junto à Sema”, explicou o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico da Sedecti, Renato Freitas,

No encontro que aconteceu em formato on-line, foi feita a apresentação dos alinhamentos por todos os membros que compõem a Cezee. A proposta da realização de um workshop junto a outros Estados que possuem o Cezee, também fez parte de uma das pautas da reunião virtual. O objetivo com o workshop é de fazer trocas de experiências para a composição do ZEE das regiões que são atendidas pelo projeto no Amazonas.

Participaram da reunião integrantes da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), da Aliança para o Desenvolvimento Sustentável do Sul do Amazonas (ADSSA) e da Fundação Nacional do Índio (Funai).

FOTO: Arquivo/Secom

Relacioandos