Comissão Geral de Licitação do Estado renova certificação ISO 9001:2008

Amazonas Notícias
Amazonas Notícias

A Comissão Geral de Licitação (CGL) do Governo do Amazonas renovou sua certificação de qualidade nas normas ISO 9001, confirmando seu compromisso na busca de aprimoramento de seus atendimentos, serviços e produtos. Após auditoria externa que revisou o andamento dos procedimentos na Comissão, a nova certificação foi expedida pela BSI Management Systems, que atestou a excelência no sistema de gestão da qualidade do órgão.

A auditoria de recertificação aconteceu no segundo semestre de 2014, pela Tuv Rheinland. De acordo com a administração da CGL, certificada pela primeira vez em 2008, a renovação do selo é resultado de um processo contínuo de melhoria de gestão da qualidade e, também, do compromisso dos gestores com uma administração voltada à satisfação de clientes, colaboradores e fornecedores.

O presidente da Comissão, Epitácio de Alencar e Silva Neto, parabenizou e agradeceu os servidores pelo empenho. “Não é um processo fácil. Com a colaboração e o engajamento de todos, conseguimos avançar”, afirma o presidente da CGL. Desde 2008, a Comissão conta com um modelo de gestão que torna mais fácil a execução das demandas assumidas pelo órgão.

O projeto de qualidade da gestão, implantado pela CGL, também tem como pilar a elevação do nível interno de eficiência para melhor executar as ações no que diz respeito ao planejamento e a coordenação do desenvolvimento do Estado.

A implantação de um sistema de gestão de qualidade na administração pública trouxe um duplo ganho, na avaliação dos técnicos que trabalharam no processo. Além de aperfeiçoar o atendimento prestado ao cidadão, a recertificação dos serviços gera produtividade e eficiência. Tem como objetivo o aprimoramento do atendimento ao contribuinte. Na CGL, o projeto define processos no acompanhamento e gestão dos processos licitatórios.

O Sistema de Qualidade implementado definiu várias etapas que vão do ajuste interno de procedimentos à definição de índices de desempenho e monitoramento de processos.

A seleção dos primeiros órgãos para incorporar as normas ISO foi feita a partir de avaliações técnicas e priorizou as unidades com grande interface com a população ou que desenvolvem atividades de grande impacto na prestação de serviços ou no controle de recursos financeiros.

Eficiência – A British Standard Institution (BSI), empresa escolhida, por meio de licitação, para realizar a auditoria de certificação da ISO. A BSI é uma empresa multinacional com sede no Reino Unido (Inglaterra), que atua como provedora de serviços técnicos desde 1901. Presente em mais de 86 países, o BSI conta hoje com mais de dois mil funcionários e cerca de 200 mil certificados emitidos mundialmente. Na região Norte, a empresa responde pela certificação de 150 empresas.