A Secretaria de Segurança Pública Amazonas (SSP-AM) implantou as rondas da Polícia Militar em três comunidades indígenas de Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus). Desde o mês passado, duas viaturas foram encaminhadas para o trabalho das forças de segurança nas comunidades Umariaçu 1 e 2 e Belém do Solimões. Ainda esta semana, uma nova viatura, tipo picape, será enviada a cidade para a segurança na região indígena.

As medidas fazem parte do planejamento de reforço da estrutura de segurança no interior do Estado, destaca o secretário de segurança, coronel Anézio Paiva. Desde o início do ano, 123 viaturas para as polícias civil e militar foram enviadas para os municípios. Nesta semana, o governo estadual entregará mais 200 viaturas, do tipo picape. Desse total, 166 serão enviadas para o patrulhamento no interior, em comunidades indígenas e regiões de difícil acesso.

Segundo o responsável pelo Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras, tenente coronel Almir Cavalcante, o policiamento está sendo realizado pelo 8° batalhão da Polícia Militar (Comando de Fronteira Solimões) nas três comunidades indígenas, desde o mês passado. “Estamos atuando de forma mais ostensiva e integrada através das rondas e reuniões entre as polícias e os representantes das comunidades para ajudar as populações indígenas”, disse.

Levando em consideração às questões culturais, o GGI-F vai realizar uma capacitação voltada ao trabalho policial na região de fronteira. “Neste mês de setembro, os policiais participarão dos cursos de unidade especializada em fronteira. O curso é o primeiro passo para o entendimento do policiamento em fronteira”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here