Concurso para defensor público do Amazonas terá prova oral neste sábado e domingo

Todos os 62 candidatos classificados para a terceira e quarta fases do concurso para defensor público do Estado do Amazonas participaram de entrevistas nesta sexta-feira. Amanhã e domingo todos participam da prova oral, que tem caráter eliminatório e também classificatório.

O defensor público geral, Rafael Barbosa, que integrou a equipe de entrevistadores destacou, na recepção aos candidatos, a importância da contratação deles para atuar nos polos da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) que deverão entrar em funcionamento ano que vem no interior do Estado. Barbosa também lembrou a necessidade deles buscarem conhecer a realidade da zona rural amazonense.

A prova oral representa a quarta fase do concurso e será realizada na Escola Superior da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (ESUDPAM), situada na Rua 24 de Maio, 321 – Centro.

Esta prova é de caráter eliminatório e também classificatório, com o objetivo de aferir o conhecimento e a capacidade de exposição oral do candidato ao cargo de Defensor Público do Estado do Amazonas. A defesa será pública e consistirá na arguição dos candidatos a ela admitidos.

Os horários das provas dos candidatos estão no site da FCC e da DPE-AM.

Durante a prova oral serão avaliados os seguintes quesitos: conhecimento do tema proposto; poder de síntese; emprego da linguagem técnico-jurídica; uso correto do vernáculo.

Durante a prova oral será vedado ao candidato qualquer tipo de consulta. Os candidatos não poderão, sob pena de eliminação, efetuar anotações ou leitura de qualquer natureza, inclusive apontamentos. A prova será gravada em sistema de áudio, identificadas e armazenadas para posterior reprodução. Não será fornecida, em hipótese alguma, cópia e/ou transcrição dessas mídias.

Cada examinador da prova oral atribuirá ao candidato nota de 0 (zero) a 100 (cem) e estarão habilitados para a próxima fase, que é a prova de títulos, os candidatos que obtiverem, simultaneamente, nota igual ou superior a 40 (quarenta) com cada examinador e nota final igual ou superior a 60 (sessenta) na média aritmética das notas atribuídas por cada membro da banca examinadora.